Rússia alerta Grã-Bretanha para não provocá-la novamente no Mar Negro

Captura de vídeo divulgado pelo Ministério da Defesa da Rússia mostra o destroier HMS Defender filmado de uma aeronave militar russa no Mar Negro, em 23 de junho de 2021 (Fonte: Ministério da Defesa da Federação Russa via Reuters).

O porta-voz do Kremlin classificou o incidente de “provocação inaceitável”, e disse que se essas ações forem longe demais, nenhuma opção será descartada na defesa das fronteiras da Rússia.

Violações do espaço aéreo indonésio por aeronaves estrangeiras continuam a aumentar

Aeronave de combate da Força Aérea da Indonésia (Foto: Alex Widojo/Agência Anadolu).

Atividades aumentaram significativamente devido à escalada das disputas no Mar do Sul da China; até 17 de maio, havia 498 violações do espaço aéreo, disse o comandante do Comando Nacional de Defesa Aérea.

Honeywell multada em US$ 13 milhões por violações em exportações de defesa

Visitante da feira Asian Aerospace 2006 em Singapura examina um modelo de motor de aeronave da Honeywell em exposição (Foto: Roslan Rahman/AFP/Getty Images).

Acusações envolvem desenhos compartilhados com China, Taiwan, Canadá e Irlanda e incluem as aeronaves F-35, B-1B Lancer e F-22,o helicóptero Apache Longbow, o tanque M1A1 Abrams, o míssil Tomahawk e os motores F135, F414, T55 e CTS800.

Colômbia protesta por violação do seu espaço aéreo pela Rússia

A Ministra das Relações Exteriores da Colômbia, Claudia Blum (Foto: Mauricio Dueñas Castaneda/EPA-EFE).

A chanceler destacou que as aeronaves russas violam repetidamente as condições de autorização de voo estabelecidas pela Colômbia.

A Lei Magnitsky Global

O Global Magnitsky Act, dos EUA, aplica sanções a cidadãos ou entidades estrangeiras que cometam violações aos direitos humanos ou pratiquem corrupção. Inicialmente uma lei que visava cidadãos russos, posteriormente foi alterada para incluir qualquer nacionalidade. Outros países já adotam legislação semelhante.