Chefe do Estado-Maior da Rússia espera laços mais construtivos com os EUA após cúpula de Genebra

General Valery Gerasimov, chefe de Estado-Maior da Rússia (Foto: Kremlin/Moscow Times).

A cúpula Rússia-EUA, iniciada por Washington, aconteceu na cidade suíça de Genebra em 16 de junho.

Movimento de tropas russas perto da fronteira com a Ucrânia foram mencionados na cúpula Putin-Biden

Tropas da Rússia na fronteira com a Ucrânia (Foto: Getty).

“Nós, no entanto, estamos agindo em nosso próprio território”, apontou o porta-voz Dmitry Peskov, observando que exercícios com tropas e equipamentos americanos estavam ocorrendo ao longo das fronteiras da Rússia.

Respeito mútuo, mas sem amizade no encontro entre Biden e Putin em Genebra

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, encontra-se com seu homólogo russo, Vladimir Putin, em Villa la Grange, Genebra, em 16 de junho de 2021 (Foto: Denis Balibouse/AFP).

Segundo um analista, a reunião talvez não pudesse ter sido muito melhor, mas certamente poderia ter sido muito pior. Se na Guerra Fria líderes americanos e soviéticos assinavam acordos sobre grandes questões, Biden e Putin nunca esperaram grandes avanços em Genebra.

Biden procura minimizar Rússia e estimular aliados na tentativa de encurralar Putin

Os presidentes dos EUA, Joe Biden, e da Rússia, Vladimir Putin, chegam para a cúpula EUA-Rússia em Villa La Grange, em Genebra, Suíça, em 16 de junho de 2021 (Foto: Saul Loeb/Reuters).

Assessores disseram que Joe Biden procurou passar uma mensagem de que Putin, pressionado pela China, vem se isolando no cenário internacional com suas ações.

Segundo analista, apoio de Biden aos acordos de Minsk na cúpula de Genebra é visto como sucesso da Rússia

O presidente dos EUA, Joe Biden (Foto: Patrick Semansky/AP Photo).

Após a cúpula, Joe Biden afirmou que reafirmou a Putin seu apoio à Ucrânia, e ambos os lados “concordaram em buscar a diplomacia relacionada ao acordo de Minsk”.

Analista diz que cúpula Putin-Biden cria agenda para relações EUA-Rússia

Biden e Putin cumprimentam-se antes do início da reunião (Foto: Denis Balibouse/EPA).

A agenda da cúpula cobriu estabilidade estratégica, segurança cibernética, o Ártico e relações diplomáticas.

Muitas divergências e baixas expectativas rondam a reunião entre Biden e Putin

Os presidentes dos EUA, Joe Biden, e da Rússia, Vladimir Putin (Foto: Valery Sharifulin/Tass).

Vladimir Putin e Joe Biden devem discutir estabilidade estratégica, controle de armas, cooperação no enfrentamento de conflitos regionais e interação no combate à pandemia do coronavírus.

Especialistas russos e americanos instam Putin e Biden a iniciar um diálogo regular sobre estabilidade estratégica

Imagem da KCNA (Agência Central de Notícias da Coreia do Norte) mostra o lançamento de quatro mísseis balísticos pelo Exército Popular Coreano durante exercício militar em local não revelado (Foto: STR/AFP/Getty Images).

“Esperamos que sua cúpula de 16 de junho em Genebra ajude a reconstruir o respeito mútuo e a cooperação entre os Estados Unidos e a Federação Russa”, disse o apelo.

Radar Semanal 19/02/2021

Neste Radar, a China admite a morte de quatro militares nas escaramuças com a Índia em 2020; a radiografia de uma base de mísseis norte-coreana, pelo CSIS; uma tabela comparativa quantitativa das forças armadas dos países do Oriente Médio; artigo do War on the Rocks com reflexões sobre a Guerra do Golfo; e uma análise do Al-Monitor sobre a tríade Rússia-Irã-Turquia e a situação da Síria.