Tensão se agrava entre Armênia e Azerbaijão em meio a acusações

Compartilhe:
Soldados de etnia armênia fumam do lado de fora de um hospital em Nagorno-Karabakh (Foto: Reuters).

Soldados de etnia armênia fumam do lado de fora de um hospital em Nagorno-Karabakh (Foto: Reuters).

O ministério da defesa do Azerbaijão negou na terça-feira as acusações da Armênia de que o país disparou contra posições armênias. Anteriormente, o ministério da defesa da Armênia disse que um soldado de seu país foi morto durante um tiroteio com as forças azeris na fronteira leste com o Azerbaijão.

O ministério da defesa do Azerbaijão disse em um comunicado que o soldado havia morrido em um acidente que não tinha relação com o lado azeri. O ministério disse que está em contato com o lado russo sobre o assunto.

A Rússia ajudou a garantir um cessar-fogo em novembro, depois que as tropas azeris expulsaram os armênios de território que controlavam desde a década de 1990 na região de Nagorno-Karabakh.


LIVRO RECOMENDADO

Uma viagem pelos países que não existem

Guilherme Canever (Autor)
Em português
Kindle ou Capa comum


A Rússia, que tem uma base militar na Armênia, enviou soldados para manutenção da paz à área no ano passado para ajudar a impor o cessar-fogo. Tem laços fortes e um pacto de defesa mútuo com a Armênia, mas também é amigável com o Azerbaijão.

O Azerbaijão acusou nesta quarta-feira as forças armênias de disparar contra suas tropas na fronteira internacional dos dois países em 24 e 26 de maio, dizendo que suas próprias forças não responderam ao fogo e que não houve vítimas.

Fonte: Reuters.

Compartilhe:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

V-UnitV-UnitPublicidade
AmazonPublicidade
Fórum Brasileiro de Ciências PoliciaisPrograma Café com Defesa

Veja também