Ministério das Relações Exteriores da China apela à OMS para tratar de possíveis vazamentos de coronavírus em laboratórios dos EUA

Compartilhe:
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
A porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Hua Chunying (Foto: Tingshu Wang/Reuters).

A porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Hua Chunying (Foto: Tingshu Wang/Reuters).

A Organização Mundial da Saúde (OMS) precisa abordar a possibilidade de o coronavírus vazar de um laboratório militar dos EUA ou de outra instalação no exterior, disse a porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Hua Chunying, em uma entrevista coletiva nesta quarta-feira.

“Quanto à possibilidade de o vírus vazar após um incidente de laboratório, membros do grupo de especialistas disseram que inspecionariam laboratórios em todo o mundo se necessário. Como você sabe, os laboratórios de Wuhan já foram inspecionados. Mas quando Fort Detrick vai abrir suas portas para os especialistas?”, ela disse. “Eu gostaria de saber por que não há nenhum relato sobre o laboratório de Fort Detrick na mídia estrangeira. Notícias sobre isso chegaram em junho de 2019, mas nada se ouviu sobre isso desde então… Por que estão calados?” acrescentou a diplomata chinesa.

De acordo com Hua Chunying, as autoridades chinesas estão prontas para continuar a cooperação com a OMS para determinar a origem do vírus. “Não é uma investigação, mas sim uma pesquisa científica. Não deve se limitar a uma região do mundo”, acrescentou a diplomata.

O Instituto de Pesquisa do Exército Walter Reed dos EUA, localizado em Fort Detrick, Maryland, é administrado pelo Departamento de Defesa dos EUA e conduz pesquisas biomédicas, particularmente relacionadas a doenças infecciosas.

Fonte: Agência Tass.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

1 comentário

  1. As evidência científicas apontam que Covid começou nos EUA. O que mais explicaria o fato de lá ter o maior número de infectados, enquanto na China está totalmente controlado?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Curso sobre a RússiaCurso de InteligênciaCurso sobre a ChinaPublicidade
Fórum Brasileiro de Ciências PoliciaisLoja Café com Defesa

Veja também