Radar Semanal 06/08/21

Militar afegão (Foto: Xinhua/Saifurhaman Safi/Getty Images).

Uma abordagem da postura geopolítica da Índia em relação à China; artigo avalia que uma melhor estratégia para os EUA seria atrair a Rússia para o Ocidente, isolando a China; três cenários possíveis para o futuro do Afeganistão; e a ineficácia das sanções dos EUA contra os drones iranianos.

Marinha russa efetuou disparos de advertência contra destróier britânico

O destroier da Marinha Real Britânica HMS Defender (Foto: Ben Mitchell/AP).

Defesa russa diz que efetuou disparos de alerta após a embarcação violar as águas territoriais do país; o Reino Unido negou, mas um correspondente da BBC a bordo do destroier enviou relato confirmando o incidente.

Tensão China-EUA: Strike groups mostram os EUA fortalecendo sua presença no Indo-Pacífico

Porta-aviões classe Nimitz da marinha americana, USS Carl Vinson (Foto: US Navy).

Especialistas militares dizem que implantação regular de grupos de ataque na região indica que os EUA continuarão a fortalecer sua presença militar na região; Especialistas militares e estaleiros chineses acompanharam de perto o teste de choque do USS Gerald Ford para possíveis lições.

China condena mais recente trânsito de navio de guerra dos EUA no Estreito de Taiwan

O destroier de mísseis guiados da US Navy USS Curtis Wilbur no mar das Filipinas em agosto de 2013 (Foto: Declan Barnes/US Navy).

A US Navy tem conduzido operações no Estreito de Taiwan a cada mês ou mais. Os EUA não têm laços diplomáticos com Taiwan, mas são seu maior patrocinador e importante vendedor de armas.

Cúpula da OTAN busca compromisso de Biden

O presidente dos EUA, Joe Biden (Foto: Jonathan Ernst/Reuters).

Líderes da OTAN buscarão garantias do presidente dos EUA, Joe Biden, de que a aliança pode contar com o apoio dos Estados Unidos, seu membro mais poderoso.

Militares chineses enfrentam desafio com queda na taxa de fertilidade

O PLA tem buscado cada vez mais recrutas com mais educação, mas teve que ampliar a rede para recrutar os números de que precisava (Foto: Barcroft Media via Getty Images).

O Exército de Libertação Popular expandiu suas fontes de tropas, incluindo redução de requisitos de educação, altura e visão; novo censo mostrou que a taxa de fertilidade de 2020 foi de 1,3 filhos por mulher, abaixo do nível necessário para uma população estável.

Funcionário da Defesa diz que EUA devem ajudar Taiwan a se preparar para uma guerra irregular

Christopher Maier, Secretário Adjunto de Defesa para Operações Especiais e Conflitos de Baixa Intensidade (Foto: Andrew Harnik/UPI).

Funcionário de defesa dos EUA, disse que operadores especiais dos EUA podem ajudar tropas taiwanesas a aprimorar suas habilidades para evitar uma agressão do PLA; analistas locais dizem que os comentários foram irresponsáveis e podem interferir em negociações pacíficas.

Orçamento de defesa de Biden busca maior dissuasão da China e financiamento nuclear

Xi Jinping Joe Biden, então vice-presidentes, em Pequim, agosto de 2011 (Foto: Lintao Zhang/Reuters).

Apesar de reduzir quantidades de sistemas mais antigos, Biden vai investir na modernização da tríade nuclear dos EUA, que custará mais de US$ 60 bilhões por ano nesta década e mais de um trilhão de dólares no total.

Apesar da pandemia, pedidos de Defesa da Rússia foram cumpridos em 99,8% em 2020

Vladimir Putin (Foto: Mikhail Klimentyev/Escritório de Informação e Imprensa Presidencial Russa/Tass).

Durante reunião com militares de alto escalão, Putin enfatizou que é crucial fornecer às tropas armas e equipamentos de última geração rigorosamente no prazo, especialmente aqueles com longo tempo de produção.

Radar Semanal 21/05/2021

O brigadeiro-general Esmail Ghaani, então recém-nomeado comandante da Força Quds do Irã, lê o testamento do major-general Qassem Soleimani, durante o memorial de quarenta dias no Grand Mosalla em Teerã, Irã, em 13 de fevereiro de 2020 (Foto: Nazanin Tabatabaee/WANA/Reuters).

Nesta edição do Radar, a postura da Turquia, e porque, na visão do autor do artigo, ela não deve retornar à esfera de influência do ocidente; a real efetividade das sanções americanas contra as vendas de armas da Rússia; o recente conflito entre Israel e Palestina pode conter lições militares para a Coreia do Sul; e as novas milícias iraquianas criadas pelo Irã, que reportam à Força Quds.