Ejetar, ejetar, viver…

Assentos ejetáveis vem sendo aperfeiçoados por mais de setenta anos e já salvaram as vidas de mais de doze mil tripulantes em todas as forças armadas do mundo. O comandante Farinazzo traça um breve histórico do aperfeiçoamento deste complexo equipamento que é a prova viva da capacidade inventiva do engenho humano.

A vida de um piloto de Skyhawk

Aviador naval condecorado, prisioneiro de guerra, candidato a vice-presidente: o contra almirante James B. Stockwell sobreviveu a uma profissão famosa por não perdoar erros.

A Privatização dos Top Gun

Nos últimos anos os EUA têm assistido a um vertiginoso crescimento das empresas privadas especializadas em fornecer treinamento adversário, mais conhecido como aggressor, para as forças aéreas dos EUA. Além de mais baratos, fornecem maior gama de opções de aeronaves com diferentes desempenhos ao mesmo tempo em que contam com experientes pilotos militares aposentados.

CSG 12, um Carrier Strike Group da US Navy

190621-N-FK070-1312 ARABIAN SEA (June 21, 2019) An MH-60S Sea Hawk helicopter from the Nightdippers of Helicopter Sea Combat Squadron (HSC) 5 transports cargo from the dry cargo and ammunition ship USNS Alan Shepard (T-AKE 3) to the Nimitz-class aircraft carrier USS Abraham Lincoln (CVN 72) during a vertical replenishment-at-sea. The Abraham Lincoln Carrier Strike Group is deployed to the U.S. 5th Fleet area of operations in support of naval operations to ensure maritime stability and security in the Central Region, connecting the Mediterranean and the Pacific through the western Indian Ocean and three strategic choke points. With Abraham Lincoln as the flagship, deployed strike group assets include staffs, ships and aircraft of Carrier Strike Group (CSG) 12, Destroyer Squadron (DESRON ) 2, the guided-missile cruiser USS Leyte Gulf (CG 55) and Carrier Air Wing (CVW) 7. (U.S. Navy photo by Mass Communication Specialist 1st Class Brian M. Wilbur/Released)

Muito se fala dos Strike Groups da US Navy, frotas lideradas por porta-aviões com um poder aeronaval realmente impressionante. Conheça um pouco mais sobre a estrutura de comando e a operação dessas formações da marinha americana.

O próximo caça da US Navy (ele não vai substituir o F-35)

O próximo caça da US Navy vem sendo planejado há mais de dez anos, e não vai substituir o F-35.

Incêndio no USS Forrestal

Durante a Guerra do Vietnã, uma combinação fatal de munição vencida, incorretamente armazenada e inobservância de procedimentos de segurança vigentes levou ao incêndio que veio a ser uma das maiores tragédias da história da US Navy.

Os novos Submarinos da Marinha dos EUA

Os Novos Submarinos da Marinha dos EUA

Os “inimigos” terceirizados das forças armadas americanas

NELLIS AIR FORCE BASE, Nev. (AFPN) -- An F-16 Fighting Falcon heads out to the Nellis ranges Jan. 31 during Red Flag 06-1 being held here Jan. 21 through Feb. 18. Red Flag tests aircrews’ war-fighting skills in realistic combat situations. Flights involve more than 85 aircraft, including B-2 Spirit bombers. The aircraft will fly missions day and night at the nearby Nevada Test and Training Range where they will simulate an air war. Along with the Air Force, units are participating from the Army, Navy, Marine Corps, United Kingdom and Australia. The F-16 is with the 64th Aggressor Squadron. (U.S. Air Force photo by Master Sgt. Kevin J. Gruenwald)

Uma visão geral dos “inimigos” terceirizados das forças armadas americanas.