Radar Semanal 16/04/2021

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdoğan (Foto: Adem Altan/AFP).

Nesta edição do Radar, uma análise de como a Rússia vem tomando partido das fraquezas demonstradas pela Europa; o equilíbrio da Turquia entre EUA, Rússia e China; e como o acordo Irã-China mina a efetividade de uma das ferramentas de pressão mais importantes dos EUA, as sanções econômicas.

As tensões entre as maiores potências militares do planeta

Imagem: Space News.

Uma série de acontecimentos envolvendo os EUA, a Rússia e a China demonstram que as relações entre as principais potências militares do planeta vivem um momento de tensionamento bem acima da normalidade.

EUA e Irã realizam primeiras negociações indiretas na tentativa de salvar acordo nuclear

Instalações nucleares de água pesada de Arak, perto de Teerã (Foto: Hamid Foroutan/AP).

As reuniões, sediadas pela União Europeia, trabalharão sobre como os EUA e o Irã podem voltar a cumprir os termos do acordo.

Cooperação de longo prazo Irã-China tornarão sanções dos EUA ineficazes

Lotfollah Siahkali (Foto: IRNA).

O membro do Majlis (parlamento iraniano) disse que ainda é cedo para chamar o documento de cooperação Irã-China de acordo.

Talibã adverte EUA contra extensão de presença militar

Militantes do Talibã (Foto: Ishtiaq Mahsud/AP).

O alerta chega no momento em que a Alemanha estende sua presença militar até 2022.

A Coreia do Norte poderia ter lançado cópias dos mísseis russos Iskander, diz especialista japonês

Imagem: Jeon Heon-Kyun/EPA-EFE.

A Coreia do Norte lançou dois mísseis balísticos em direção ao Mar do Japão na quinta-feira, pela primeira vez desde 29 de março do ano passado

Coreia do Norte dispara dois mísseis de curto alcance; EUA seguem abertos ao diálogo

EUA minimizam testes norte-coreanos (quadro capturado de vídeo Reuters).

De acordo com funcionários do governo Biden, os testes envolveram sistemas de armas não cobertas pelas proibições de testes do Conselho de Segurança da ONU.

Líder iraniano: sauditas presos pelos EUA no Pântano da Guerra do Iêmen

O Aiatolá Ali Khamenei sublinhou o fracasso de Riad e Washington em forçar os iemenitas a se renderem, dizendo que os EUA prenderam os sauditas no pântano da guerra do Iêmen.

Radar Semanal 19/03/2021

Esta semana no Radar: A junta militar de Mianmar mira George Soros; Marinha italiana cogita transformar o porta-aviões Giuseppe Garibaldi em base de lançamento de foguetes; Lloyd Austin, Secretário de Defesa dos EUA, visita a Índia; Uma análise das ambições globais do Reino Unido; e a Coréia do Norte deve realizar novo teste de míssil balístico.

Cronologia do programa nuclear iraniano

Embora não seja possível determinar com certeza se o programa nuclear iraniano contempla a construção de armas, é fato que, ao longo dos anos, o país desenvolveu uma série de tecnologias, como enriquecimento de urânio e sistemas de mísseis, que tornam isso possível em um espaço de tempo relativamente curto. Teerã sempre negou essa possibilidade, afirmando que seu programa se destina a fins pacíficos.