Fiat Falco “13-95”: A Itália na Batalha da Inglaterra

Imagem: Hobby Search.

O caça italiano Fiat Falco CR.42 conhecido como “13-95” integrou o Corpo Aereo Italiano durante a Batalha da Inglaterra, em um esforço diplomático e publicitário do ditador italiano Benito Mussolini para melhorar sua imagem tanto internamente quanto com seus aliados alemães. Após ser capturado, o “13-95” participou da formação da unidade de avaliação de aviões inimigos da RAF, conhecida como “Rafwaffe”.

Forças italianas expulsas de base do Oriente Médio devido a embargo de armas dos Emirados Árabes Unidos

Um caça Eurofighter F-2000A da força aérea italiana em Al Udeid, Qatar no Qatar (Foto: The Aviationist).

Segundo um membro da comissão de defesa do parlamento italiano, o partido M5S cometeu um grande erro estratégico; ele disse que a Itália investiu muito lá e esperava expandir sua presença.

Indonésia encomenda seis fragatas FREMM da Fincantieri

A fragata FREMM da Marinha da Itália ITS Alpino navegando na costa da Virgínia em 2018 (Foto: David B. Larter/Defense News).

Segundo o comunicado da Fincantieri, além das vendas das FREMM, o contrato abrange a reforma e venda de duas fragatas classe Maestrale que serão retiradas de serviço pela marinha italiana.

Jatos F-35B italianos e britânicos treinam juntos pela primeira vez – graças à pandemia

Jato F-35B da Força Aérea Italiana é reabastecido em Pantelleria a partir de um C-130J italiano durante exercício de 8 de junho (Foto: Força Aérea Italiana).

O jato britânico voou do HMS Queen Elizabeth, que segue em missão rumo à Ásia-Pacífico. O F-35B italiano chegou a Pantelleria pela segunda vez, testando plano italiano de implanta-lo em bases com pistas muito curtas.

Fincantieri dedica todos os seus estaleiros dos EUA para a encomenda de fragatas da US Navy

A futura fragata da US Navy é baseada na FREMM italiana, mostrada nesta foto navegando na costa da Virgínia durante sua implantação em 2018 (Foto: Defense News).

A US Navy selecionou a Fincantieri para a sua fragata classe Constellation num contrato com opção para até dez embarcações no valor potencial de US$ 5,5 bilhões. Os navios são baseados na fragata FREMM já em serviço nas marinhas francesa, italiana e marroquina.

Força Aérea Italiana envia quatro caças F-35A para a Estônia

Caça furtivo F-35A da Força Aérea da Itália (Fonte: Aeronautica Militare Italiana).

A Força Aérea da Itália implantou quatro jatos F-35A na Estônia em missão de vigilância aérea da OTAN; é interessante notar que os caças estão equipados com refletores Luneburg, para ocultar suas características furtivas.

Chefe militar italiano imagina caça Tempest caçando mísseis

Visitante sentado em maquete do jato de combate Tempest durante o Farnborough Airshow de 2018 (Foto: Tolga Akmen/AFP/Getty Images).

Com o Tempest, “haverá energia abundante disponível e eu não descarto o uso de energia direcionada contra mísseis hipersônicos”, disse o general italiano.

Itália prende oficial da marinha por espionagem e expulsa diplomatas russos

O Ministro das Relações Exteriores da Itália, Luigi Di Maio (Foto: Riccardo Antimiani/ANSA via AP).

O Kremlin afirma que não tem informações sobre os motivos ou circunstâncias da prisão.

Radar Semanal 19/03/2021

Esta semana no Radar: A junta militar de Mianmar mira George Soros; Marinha italiana cogita transformar o porta-aviões Giuseppe Garibaldi em base de lançamento de foguetes; Lloyd Austin, Secretário de Defesa dos EUA, visita a Índia; Uma análise das ambições globais do Reino Unido; e a Coréia do Norte deve realizar novo teste de míssil balístico.

A evolução do estudo do átomo e o início da corrida armamentista nuclear

No primeiro de uma série de artigos sobre a questão nuclear, Alessandro Andrade Lima aborda desde a descoberta do átomo e a evolução das pesquisas, até o desenvolvimento das armas nucleares e o início da corrida armamentista nuclear durante a Guerra Fria.