Força Aérea Italiana envia quatro caças F-35A para a Estônia

Compartilhe:
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Caça furtivo F-35A da Força Aérea da Itália (Fonte: Aeronautica Militare Italiana).

Caça furtivo F-35A da Força Aérea da Itália (Fonte: Aeronautica Militare Italiana).

Caças italianos Lockheed Martin F-35A Lightning II chegaram à Base Aérea de Ämari, a oeste de Tallinn, antes da transferência oficial das funções de Policiamento Aéreo no Báltico da OTAN do contingente de saída da Força Aérea Alemã (Luftwaffe). Os quatro jatos F-35A italianos substituirão os caças alemães Eurofighter Typhoon em rotação.

É interessante observar que os caças stealth F-35A italianos estão equipados com refletores de radar Luneburg projetados para aumentar a seção transversal do radar (RCS, Radar Cross Section) da aeronave, para ocultar suas características furtivas.


Imagem indica a posição dos refletores Luneburg no caça. No detalhe, técnico realiza a instalação (Imagem: Defence Blog).

Essas aeronaves assumirão as funções de policiamento aéreo do Báltico na próxima semana. As forças aéreas da OTAN costumam usar o posto de Ämari para realizar exercícios de treinamento, bem como tarefas mais cotidianas de identificar e às vezes escoltar jatos da Federação Russa voando perto do espaço aéreo dos Estados Bálticos.

A viagem é a segunda conduzida por italianos desde que a Estônia aderiu à OTAN em 2004; a última vez que o Aeronautica Militare esteve em Ämari foi em 2018.

Fonte: Defence Blog.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

V-UnitCanal do Velho GeneralHackerSecPublicidade
Fórum Brasileiro de Ciências PoliciaisPrograma Café com Defesa

Veja também