Um novo diabo

Imagem: Donna Kirby/Pixabay.

O sistema ideológico globalista: é melhor o diabo que conhecemos, ou um novo?

A violência social e o Direito contemporâneo

Imagem: Montagem com imagens Pixabay/Radware.

A violência como instrumento de poder é uma linguagem destrutiva na ordem social do Estado Democrático de Direito e se manifesta frequentemente através do terrorismo em suas diversas modalidades, desde bélicas até as mais sofisticadas no campo da cultura.

Em discurso ao Congresso, Biden pede apoio e alerta sobre ameaça chinesa

O presidente dos EUA, Joe Biden, discursa em sessão conjunta do Congresso americano em 28 de abril de 2021 (Foto: Associated Press).

Biden tenta navegar entre os republicanos, que se opõem a mais gastos e aumento de impostos, e a esquerda democrata, que quer planos mais agressivos.

Segunda participação de Aldo Rebelo no Canal Arte da Guerra

Em sua segunda participação no Canal Arte da Guerra, desta vez numa entrevista ao vivo no programa Café com Defesa que foi ao ar em 13 de fevereiro de 2021, Aldo Rebelo conversou com o editor do canal, o comandante Robinson Farinazzo, com Albert Caballé Marimón, do Velho General, e com o comandante Francisco Novellino, do site Mar e Defesa.

Democracia morre na escuridão, mas não culpe Trump

Em artigo publicado no The Wall Street Journal em 13 de julho passado, Gerard Baker discorre sobre a onda contra a liberdade de expressão em curso nos EUA. É possível encontrar muitos paralelos com o cenário a que assistimos hoje no Brasil, apenas substituindo os nomes de alguns atores e instituições.

O descarte dos Cães de Guerra

Com o fim do regime militar em 1985 e a ascensão da esquerda ao poder, teve início um processo de “esvaziamento” do entendimento da Lei da Anistia e o aparelhamento da imprensa e da academia. A chamada Comissão da Verdade, em tese criada para apurar violações dos direitos humanos entre 1946 e 1988, foi formada inteiramente por militantes de esquerda concentrou-se apenas no período do regime militar. Longe de atuar com isenção, teve por objetivo colocar no banco dos réus apenas um lado.