EUA exortam Pequim a parar de pressionar Taiwan

Bombardeiro chinês H-6K (Foto: Ministério da Defesa Nacional de Taiwan).

25 aeronaves chinesas voaram na ADIZ de Taiwan um dia depois de Antony Blinken expressar preocupação com ações da China contra Taiwan. Foi o 10º dia consecutivo de missões e o maior número de aeronaves em um único dia.

Departamento de Estado: EUA são capazes de resistir às ameaças militares a Taiwan

O porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, Ned Price, em uma coletiva de imprensa na quarta-feira (Foto: Departamento de Estado dos EUA).

Ned Price afirmou que os EUA observam com grande preocupação os esforços de intimidação contínuos da China na região, inclusive em relação a Taiwan.

EUA exortam Ucrânia a implementar reformas profundas para adesão à OTAN

Foto: Ukrinform.

Os EUA continuam a apoiar as aspirações euro-atlânticas da Ucrânia, ao mesmo tempo que instam Kiev a implementar reformas profundas e abrangentes para cumprir os padrões ocidentais de adesão à OTAN.

EUA e Irã realizam primeiras negociações indiretas na tentativa de salvar acordo nuclear

Instalações nucleares de água pesada de Arak, perto de Teerã (Foto: Hamid Foroutan/AP).

As reuniões, sediadas pela União Europeia, trabalharão sobre como os EUA e o Irã podem voltar a cumprir os termos do acordo.

Moscou alerta Washington sobre consequências das políticas provocativas de Kiev no Donbass

Vice-ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergey Ryabkov (Foto: Sergei Bobylev/Tass).

Representantes da Rússia e dos EUA discutiram a situação no leste da Ucrânia.

Radar Semanal 11/12/2020

Entre os assuntos desta semana, algumas matérias sobre armamento nuclear, exercícios marítimos no Indo-Pacífico e atividades no Golfo Pérsico; EUA devem sancionar Turquia pelo S-400, e um militar da US Navy rebaixado. E, claro, não poderia faltar um artigo sobre Chuck Yeager.

Radar Semanal 04/12/2020

O novo navio de assalto chinês, uma análise sobre a capacidade de defesa da Europa sem os EUA, um relatório da atual situação da Síria, novos navios de combate da Marinha de Israel; comentários de Netanyahu sobre as acusações iranianas a respeito do assassinato do cientista nuclear, e uma liberação do Departamento de Justiça americano para venda de armamento a seis países, entre eles o Brasil.