EUA exortam Ucrânia a implementar reformas profundas para adesão à OTAN

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Foto: Ukrinform.

Foto: OTAN.

O porta-voz do Departamento de Estado dos EUA, Ned Price, fez uma declaração em uma coletiva em Washington na terça-feira, 6 de abril, dizendo que “Esta administração [dos EUA] está empenhada em garantir que a porta da OTAN permaneça aberta aos aspirantes quando estes forem capazes de cumprir os compromissos e obrigações de adesão e contribuir para a segurança na área euro-atlântica”, disse ele.

Ele enfatizou que Washington afirma seu “apoio à política de portas abertas que foi expressa na declaração de Bucareste de 2008”. “Defendemos o direito de cada país soberano de escolher por si mesmo se vai aderir a qualquer tratado ou aliança e, é claro, isso inclui a OTAN”, disse Price.

Ao mesmo tempo, ele sublinhou que os países aspirantes que desejam aderir à OTAN devem cumprir os padrões de adesão da organização.

“Para esse fim, continuamos a instar o Governo da Ucrânia a implementar as reformas profundas, abrangentes e oportunas necessárias para construir um país mais estável, democrático, próspero e livre. Apoiamos os esforços da Ucrânia para fazer avançar o Estado de Direito. Nós apoiamos as reformas e o crescimento econômico e, é claro, continuamos a apoiar nossa parceira Ucrânia na luta contra a agressão russa”, disse Price.

Nesse contexto, ele lembrou que várias autoridades de alto escalão dos EUA e da Ucrânia, bem como os presidentes de ambos os países, conversaram por telefone sobre essas questões na semana passada.

“Mais uma vez, apoiamos totalmente e afirmamos a política de portas abertas da OTAN e continuamos ansiosos por trabalhar em estreita colaboração com a Ucrânia em todas as reformas que estão em curso”, disse Price.

Fonte: Ukrinform.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

1 comentário

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também