Coreia do Norte critica fim das limitações dos EUA ao alcance de mísseis sul-coreanos

Líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un, ouve o presidente dos EUA Donald Trump em Singapura, em 12 de junho de 2018 (Foto: Jonathan Ernst/Reuters).

A agência de notícias oficial da Coréia do Norte KCNA publicou um artigo acusando os EUA de aplicar um duplo padrão ao tentar proibir Pyongyang de desenvolver mísseis balísticos.

EUA suspendem restrições de mísseis na Coreia do Sul, acabando com limites de alcance e ogivas

Míssil superfície-superfície sul-coreano Hyunmoo, com alcance de 180 km, é exibido em Dia das Forças Armadas nos arredores de Seul em 29 de setembro de 2003 (Foto: Kim Jae-hwan/AFP).

Alguns acreditam que o levantamento das restrições ao desenvolvimento de mísseis para a Coreia do Sul pode ser parte de uma estratégia dos EUA para conter a China na região.

Coreia do Sul lança protótipo de novo jato de combate KF-21 Boramae

Presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-in, em evento de lançamento do KF-21 Boramae (Foto: KAI).

O sul-coreano Boramae é um caça a jato multifuncional e resultado do programa de desenvolvimento de aeronaves KF-X que vem sendo realizado desde 2016.

Coreia do Norte pode acabar com armas nucleares táticas como resultado de corrida de mísseis intercoreana

Míssil tático superfície-superfície desenvolvido pela sul-coreana Hanwha na Exposição Internacional Aeroespacial e Defesa de Seul, Coréia do Sul, 15 de outubro de 2019 (Foto: Josh Smith/Reuters).

A Coreia do Norte afirma que seus mísseis são de autodefesa e acusa a Coreia do Sul e os EUA de ameaçar sua segurança com exercícios militares, compra de armas e outras políticas hostis.

Coreia do Norte afirma ter testado um novo “projétil tático guiado”

Cidadãos assistem às notícias sobre o disparo de mísseis da Coreia do Norte na Estação Suseo em Seul, Coreia do Sul, 25 de março de 2021. (Foto: EPA-EFE/Yonhap).

Segundo a agência estatal norte-coreana KCNA, os mísseis lançados na quinta-feira percorreram cerca de 600 km, em conflito com os 420-450 km estimados por Seul e Tóquio.

A Coreia do Norte poderia ter lançado cópias dos mísseis russos Iskander, diz especialista japonês

Imagem: Jeon Heon-Kyun/EPA-EFE.

A Coreia do Norte lançou dois mísseis balísticos em direção ao Mar do Japão na quinta-feira, pela primeira vez desde 29 de março do ano passado

Coreia do Norte dispara dois mísseis de curto alcance; EUA seguem abertos ao diálogo

EUA minimizam testes norte-coreanos (quadro capturado de vídeo Reuters).

De acordo com funcionários do governo Biden, os testes envolveram sistemas de armas não cobertas pelas proibições de testes do Conselho de Segurança da ONU.

Radar Semanal 29/01/2021

Nesta edição do Radar, a China eleva o tom com Taiwan, o Exército Indiano treinará oficiais especialistas em cultura chinesa e tibetana, o Pentágono passará a considerar mudanças climáticas como prioridade na segurança nacional dos EUA, Pequim sanciona ex-funcionários de Trump e passa mensagem a Biden, destroieres americanos no Mar Negro, e mais.

A tragédia anunciada de Taiwan

Deixando de lado questões políticas e atendo-se apenas a uma avaliação militar, a retomada de Taiwan pela China Continental é meramente uma questão de tempo. Este artigo mostra, de forma qualitativa, quantitativa e através de análises comparativas com outros países, que, ao longo dos anos, Taiwan vem negligenciando sua defesa, confiando de forma excessiva nas garantias de segurança dos EUA.

O dilema de Biden

Apesar da euforia entre os democratas americanos e setores da esquerda com a possibilidade de vitória do candidato Joe Biden nas eleições americanas, a vida de um Biden presidente não deverá ser fácil. Com cerca de metade do país tendo votado em Donald Trump, Biden provavelmente enfrentará os mesmos problemas do antecessor.