Rússia desenvolverá caça Su-57 de quinta geração de dois lugares para exportação

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Caça Su-57 de quinta geração (Foto: Sergei Bobylev/Tass).

Caça Su-57 de quinta geração (Foto: Sergei Bobylev/Tass).

O Ministério da Defesa russo e o Sukhoi Design Bureau estão planejando desenvolver um caça Su-57 de quinta geração de dois lugares em sua configuração de exportação, disse o vice-primeiro-ministro Yuri Borisov na quarta-feira.

“Há interesse nesta aeronave e, na minha opinião, ela crescerá a cada ano que passa, à medida que o exército russo é suprido com este modelo. Os clientes estrangeiros primeiro olham como uma arma específica das Forças Armadas russas opera. O Ministério da Defesa e o Sukhoi Design Bureau tem planos de desenvolver uma aeronave de dois pilotos que vai aumentar a demanda de exportação para este modelo … e pode criar uma demanda adicional”, disse o vice-premier durante sua viagem de trabalho para a região de Primorye no Extremo Oriente russo.

O CEO do vendedor de armas estatal russo Rosoboronexport, Alexander Mikheyev, disse no início de junho que cinco países do sudeste asiático estavam demonstrando interesse no mais recente caça Su-57 de quinta geração.


LIVRO RECOMENDADO

Famous russian aircraft: Sukhoi Su-57

  • Yefim Gordon e Dmitriy Komissarov (Autores)
  • Em Inglês
  • Capa dura

O Sukhoi Su-57 é um caça multifunção de quinta geração de fabricação russa, projetado para destruir todos os tipos de alvos aéreos, terrestres e navais. O jato possui tecnologia stealth com amplo uso de materiais compostos, é capaz de desenvolver uma velocidade de cruzeiro supersônica e está equipado com o mais avançado equipamento rádio-eletrônico de bordo, incluindo um poderoso computador de bordo (o chamado segundo piloto eletrônico), o sistema de radar avançado e algumas outras inovações, em particular, o armamento instalado dentro de sua fuselagem.

O Su-57 voou pela primeira vez em 29 de janeiro de 2010. Comparado aos seus antecessores, o Su-57 combina as funções de aeronave de ataque e caça a jato, utilizando materiais compostos e tecnologias inovadoras. A configuração aerodinâmica garante o baixo nível de radar e assinatura infravermelha.

O armamento incluirá, em particular, mísseis hipersônicos. O caça de quinta geração foi testado com sucesso em condições de combate na Síria.

As forças armadas russas receberam o primeiro Su-57 em 2020. A Força Aeroespacial da Rússia terá 22 aeronaves no final de 2024, e seu número crescerá para 76 em 2028.

Fonte: Tass.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também