Marinha da Rússia inicia exercícios de larga escala no Pacífico

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
O Varyag, cruzador de mísseis da Marinha da Rússia (Foto: Vadim Savitsky/Gabinete de Imprensa do Ministério da Defesa Russo/Tass).

O Varyag, cruzador de mísseis da Marinha da Rússia (Foto: Vadim Savitsky/Gabinete de Imprensa do Ministério da Defesa Russo/Tass).

A Frota Russa do Pacífico deu início a exercícios de larga escala na parte central do Oceano Pacífico, informou o Ministério da Defesa da Rússia na quinta-feira.

“De acordo com o plano de treinamento dos centros de comando militar das forças (tropas) da Frota do Pacífico em 2021, um exercício operacional de forças combinadas da Frota está sendo executado na zona marítima distante”, disse o ministério em um comunicado.

Os “grupos táticos navais da Frota do Pacífico fizeram um trânsito de cerca de 4.000 km de bases navais e áreas de vigilância de combate e implantaram os grupos da Frota na área designada do Pacífico para realizar tarefas de treinamento”, diz o comunicado.

O exercício na distante zona marítima envolve até 20 combatentes de superfície, submarinos e navios de apoio, incluindo a nau capitânia da Frota, o cruzador de mísseis Varyag, disse o ministério.


LIVRO RECOMENDADO

Kursk: O orgulho perdido da Rússia

  • Peter Truscott (Autor)
  • Em português
  • Capa comum

As manobras navais em grande escala no Pacífico também envolvem o grande navio de guerra antissubmarina Almirante Panteleyev equipado com mísseis guiados, a fragata Marechal Shaposhnikov, as corvetas Gromky, Sovershenniy e Herói da Federação Russa Aldar Tsydenzhapov, o navio de medição Marechal Krylov e também navios de apoio logístico, diz o comunicado.

O exercício também envolve cerca de 20 aeronaves, incluindo aviões de guerra antissubmarina de longo alcance Tu-142M3, caças interceptores de alta altitude MiG-31BM e outras aeronaves da Força Aeroespacial da Rússia, especificou o ministério.

O plano do exercício operacional

As forças engajadas nas manobras navais “estão praticando as tarefas de exercer o comando e controle de um grupo de forças combinadas a uma distância considerável de bases navais na proteção e defesa de rotas marítimas (oceânicas) e interoperabilidade da força-tarefa operacional de navios de guerra e aeronaves para rastrear submarinos e grupos navais de um inimigo simulado”, diz o comunicado.

O exercício está sendo executado sob a direção do Comandante da Frota do Pacífico, almirante Sergei Avakyants, disse o ministério.

Fonte: Tass.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

traco

Veja também