Índia reafirma compromisso com compra de S-400, diz Lavrov

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Ministro das Relações Exteriores da Rússia,Sergey Lavrov, (Foto: Ministério das Relações Exteriores da Rússia/Tass).

Ministro das Relações Exteriores da Rússia,Sergey Lavrov, (Foto: Ministério das Relações Exteriores da Rússia/Tass).

Não há alterações nos contratos da Rússia com a Índia sobre as entregas de sistemas de mísseis terra-ar S-400, disse o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, na terça-feira.

“Deixe-me fazer observações sobre a implementação dos contratos de entrega de sistemas S-400 para a Índia. Não vemos mudanças e a liderança indiana reafirma seu compromisso com esses acordos”, disse o principal diplomata da Rússia em uma entrevista coletiva, após os resultados de reunião de chanceleres da associação BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul) por meio de videoconferência.

A Rússia e a Índia estão constantemente desenvolvendo cooperação nas esferas econômica, política, humanitária, técnico-militar e de saúde em conformidade com os acordos alcançados no mais alto nível, destacou Lavrov.


LIVRO RECOMENDADO:

Todos os homens do Kremlin: Os bastidores do poder na Rússia de Vladimir Putin

  • Mikhail Zygar (Autor)
  • Em português
  • Kindle ou Capa comum

Nova Delhi anunciou sua intenção de comprar sistemas de defesa aérea S-400 de fabricação russa em 2015. Um contrato de US$ 5,43 bilhões para a entrega de cinco conjuntos de regimentos de sistemas de mísseis antiaéreos S-400 “Triumf” foi assinado durante visita do presidente russo Vladimir Putin à Índia em outubro de 2018.

O S-400 “Triumf” da Rússia (nome código da OTAN: SA-21 Growler) é o mais recente sistema de mísseis superfície-ar de longo e médio alcance que entrou em serviço em 2007. Ele é projetado para destruir aeronaves estratégicas e táticas, mísseis de cruzeiro e balísticos e armas hipersônicas e também podem ser usados ​​contra instalações terrestres. Segundo o fabricante, o S-400 pode atacar alvos a uma distância de até 400 km e a uma altitude de até 30 km sob fogo inimigo e interferência.

Fonte: Tass.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também