A China implanta jatos J-10 com motor doméstico

Compartilhe:
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Caça chinês J-10 (Foto: PLAAF/Twitter).

Caça chinês J-10 (Foto: PLAAF/Twitter).

Os jatos Chengdu J-10 propulsionados por motores domésticos entraram em serviço operacional com a Força Aérea do Exército de Libertação Popular, representando a confiança da China na tecnologia local para equipar a aeronave monomotor e multifuncional.

Imagens postadas pela Rádio Nacional da China de um exercício de tiro ao vivo da PLAAF em local não especificado mostram J-10C Vigorous Dragons com os bicos de escape característicos do motor turbofan WS-10B Taihang, marcando a primeira vez que o WS-10 foi oficialmente visto em um J-10 operacional.

Os números de série nas caudas dos J-10C foram removidos das imagens pelos censores chineses, impossibilitando a identificação da unidade PLAAF operando os jatos.

A confirmação dos J-10 movidos por motor nativo representa um marco importante para a indústria de aviação da China e sugere que a China agora está satisfeita com o desempenho e a confiabilidade do WS-10. A China tem testado o motor do J-10 desde pelo menos 2011, com o motor sendo visto nas aeronaves de teste J-10B e J-10C pertencentes ao Chengdu Aircraft Industry Group, embora os motores não tenham sido vistos em aeronaves de produção até o quarto lote de produção de J-10C em 2019.


LIVRO RECOMENDADO

A caminho da guerra: Os Estados Unidos e a China conseguirão escapar da Armadilha de Tucídides?

  • Graham Allison (Autor)
  • Em português
  • Capa comum

Não se sabe quando essas aeronaves iniciais com motores WS-10 foram entregues à PLAAF. A China não divulga rotineiramente esses marcos, embora Andreas Rupprecht, autor de vários livros sobre a aviação militar chinesa, acredite que uma brigada da PLAAF baseada em Shantou foi a primeira a receber a aeronave.

A China teve problemas com o projeto e a fabricação de motores de caça na última década. Apesar de ter usado o WS-10 para impulsionar os jatos bimotores Shenyang J-11 e J-16 desde cerca de 2010, o país continuou a usar motores russos AL-31 importados para impulsionar o caça Shenyang J-15 transportado por porta-aviões e lotes anteriores de J-10.

A China também continua trabalhando em motores domésticos, com uma versão de teste do J-10B equipada com um WS-10B furtivo de vetor de empuxo no 2018 Zhuhai Airshow. Ela também está desenvolvendo o motor WS-15 para seu caça furtivo Chengdu J-20 Mighty Dragon e o turbofan WS-10 para seu airlifter Xi’an Y-20.

Fonte: Defense News.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curso sobre a RússiaCurso de InteligênciaCurso sobre a ChinaPublicidade
Fórum Brasileiro de Ciências PoliciaisLoja Café com Defesa

Veja também