Negociações de Minsk podem ser transferidas para país não-OTAN

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Foto: UNIAN.

Foto: UNIAN.

O porta-voz da delegação ucraniana ao Grupo de Contato Trilateral (TCG, Trilateral Contact Group), Oleksiy Arestovych, disse que as negociações do TCG em Minsk podem ser transferidas para um país não pertencente à OTAN.

O Grupo de Contato Trilateral é um formado por representantes da Ucrânia, da Rússia e da Organização para a Segurança e Cooperação na Europa (OSCE). Foi criado em 2014 para facilitar uma solução diplomática para a guerra na região de Donbass.

“Se isso acontecesse e pudéssemos fantasiar, estes seriam, provavelmente, a Suécia ou a Áustria, países que não são Estados membros da OTAN. Esta é uma questão muito sensível para a Rússia”, disse ele ao serviço ucraniano da RFE/RL em entrevista, comentando sobre a declaração do chefe do TCG, Leonid Kravchuk, de que as negociações poderiam ser transferidas da Bielorrússia para a Polônia.

“Em primeiro lugar, esta é uma perspectiva muito distante … É muito cedo para falar sobre isso, talvez apenas teoricamente. Não acho que a Polônia será uma plataforma adequada para a Rússia, já que todos estão cientes das relações russo-polonesas”, disse Arestovych.

A Ucrânia não pode decidir unilateralmente qual país sediará as negociações, já que esta deve ser uma decisão trilateral, acrescentou o funcionário.

Fonte: UNIAN.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também