Lockheed Martin garante contrato de US$ 447 mi para helicópteros MH-60R para Coreia do Sul

Helicóptero MH-60 (Foto: Tony Wright/US Navy).

De acordo com um comunicado de 15 de dezembro, 12 helicópteros MH-60R serão entregues à Marinha da República da Coreia até 2025, aumentando a capacidade de guerra antissubmarina.

Operação “Liberdade de Navegação” na ZEE da Índia: os EUA estão errando a mão?

Destroier da marinha americana USS John Paul Jones (Foto: Joseph Pol Sebastian Gocong/US Navy).

A Sétima Frota da Marinha dos EUA informou uma missão de “Liberdade de Navegação” realizada na ZEE da Índia, em um comunicado com tom forte. A declaração vem na sequência de uma série de eventos supostamente positivos nas relações entre os dois países. Não ficou clara a intenção da operação – ou do comunicado.

Radar Semanal 02/04/2021

O presidente russo, Vladimir Putin, em Sochi, Rússia, outubro de 2019 (Foto: Sergei Chirikov/Reuters).

As recentes implantações de tropas russas próximo da Ucrânia; uma análise do novo modelo de forças do Reino Unido; as apostas e barganhas que mantém Putin no poder na Rússia; Um sumário das capacidades desestabilizadoras do Irã no Oriente Médio; e o uso de inteligência artificial para analisar a cada vez maior massa de dados coletada pela marinha dos EUA.

Submarino Tupi recebe submarinista da Marinha dos EUA

Evento é parte do Plano de Engajamento entre as Forças de Submarinos dos dois países, objetivando incrementar a interoperabilidade das Marinhas.

Radar Semanal 12/02/2021

Neste Radar, sanções americanas a Mianmar, uma breve análise dos mísseis do Paquistão, a bomba nuclear do Irã de acordo com a inteligência da IDF; os EUA e países da OTAN intensificam operações no Mar do Sul da China e uma análise do Al-Monitor sobre a atuação da Rússia na Líbia.

Radar Semanal 29/01/2021

Nesta edição do Radar, a China eleva o tom com Taiwan, o Exército Indiano treinará oficiais especialistas em cultura chinesa e tibetana, o Pentágono passará a considerar mudanças climáticas como prioridade na segurança nacional dos EUA, Pequim sanciona ex-funcionários de Trump e passa mensagem a Biden, destroieres americanos no Mar Negro, e mais.

Radar Semanal 22/01/2021

Entre outros assuntos, Biden quer prorrogar o START; Uma análise da Rússia de Putin; novas doutrinas integrando os Marines, a US Navy e a USAF; uso de inteligência artificial no U-2; Fotos de satélite mostram expansão da marinha chinesa na área do Mar do Sul da China; artigos analisam a questão do Ártico.

Militares dos EUA estão divididos?

Muitas coisas incomuns vêm acontecendo ultimamente nos EUA: todo o imbróglio envolvendo as eleições, a grande manifestação em Washington e a controversa invasão do Capitólio – sim, controversa, pois embora a “velha mídia” insista em responsabilizar o presidente Donald Trump, há cada vez mais indícios de infiltrações da Antifa e do BLM –, a censura de Trump nas redes sociais e a presença de tropas para garantir a posse de Joe Biden, que pode chegar a 25.000 militares. Interessante notar que uma divisão típica do exército americano é composta por 10 a 15 mil militares, assim teremos em Washington o equivalente a duas divisões para proteger uma posse presidencial. Isto é absolutamente excepcional.

Radar Semanal 15/01/2021

Nesta edição, artigo do Military Times mostra que a Guarda Nacional ocupa o Capitólio, e o Army Times traz matéria em que o Exército americano, seguindo o Estado Maior, também emite nota exortando os militares a manterem a ordem. O Irã volta a violar o acordo nuclear, a Bielorrússia vai atualizar seus sistemas de defesa aérea e a India monta grupo de trabalho com o Japão e a Rússia para uma cooperação trilateral no extremo oriente russo; o Japão saúda os planos ingleses de enviar um porta-aviões à Asia. Também uma análise do ASP sobre as principais questões nucleares de 2021 e uma análise sobre a prisão americana de Guantánamo, em Cuba.

Radar Semanal 08/01/2021

No primeiro Radar Semanal de 2021, algumas repercussões da invasão do Capitólio, um acordo de defesa entre Israel e a Grécia, a tumultuada – e perigosa – relação entre a India e o Paquistão, um possível voo de espionagem americano próximo à Coreia do Norte e a intenção da US Navy de patrulhar o Ártico, região de atuação da poderosa Frota do Norte da Marinha da Rússia.