Tráfego no Canal de Suez é liberado após desencalhe de navio

O navio "Ever Given", um dos maiores porta-contêineres do mundo, é visto depois de ter flutuado totalmente no Canal de Suez, Egito, em 29 de março de 2021 (Foto: Abd El Ghany/Reuters).

Segundo a Autoridade do Canal de Suez, uma segunda inspeção mais precisa mostrará se o navio foi afetado.

Navio ‘reflutuou parcialmente’, mas continua preso no Canal de Suez

Imagem de satélite de 28 de março de 2021 mostra o navio de carga MV Ever Given preso no Canal de Suez, Egito (Foto: Planet Labs Inc. via AP).

Dados de satélite mostram que a proa do navio foi parcialmente afastada da costa, mas permanece presa na borda do canal.

Radar Semanal 26/03/2021

Foto: Prefectura Naval Argentina.

Nesta edição do Radar, uma análise do SCMP sobre a união de China e Rússia frente às sanções americanas; artigo da Foreign Affairs avalia que a atual competição entre China e EUA, embora perigosa, não configura uma nova Guerra Fria; no Defense News, os exercícios militares greco-sauditas e possíveis impactos nas relações com os turcos; na Time, as estimativas dos impactos globais do bloqueio no Canal de Suez; e uma análise da expansão da influência chinesa na América do Sul, especialmente na Argentina, e a fraca reação dos EUA.

Bloqueio de Suez define corrida de taxas de embarque; navios-tanque e petroleiros são desviados

O navio porta-contêineres encalhado "Ever Given", um dos maiores porta-contêineres do mundo, depois de encalhar, no Canal de Suez, Egito (Foto: Mohamed Abd El Ghany/Reuters).

A suspensão do tráfego pelo estreito canal que liga a Europa e a Ásia agravou os problemas das companhias marítimas que já enfrentavam interrupções e atrasos no fornecimento de produtos de varejo aos consumidores.