Ministério da Defesa da Rússia está avaliando novos regulamentos após incidente no Mar Negro

O contratorpedeiro britânico HMS Defender (Foto: Kevin Shipp/Shutterstock).

Analistas acreditam que provocações em águas territoriais da Rússia serão mais frequentes e o país deve estar pronto a reagir, mas foguetes não guiados seriam suficientes para demonstrar intenções.

Chefe da Guarda Costeira dos EUA diz que é preciso maior presença em ambas as regiões polares

O cutter Healy, quebra-gelo polar da Guarda Costeira americana, transita pelas águas do sudeste do Alasca em 24 de novembro de 2018 (Foto: Kellen Browne/US Coast Guard).

Almirante disse que a China vem operando ao largo do Alasca por anos, e a Rússia está construindo uma frota cada vez maior de quebra-gelos para uso na Rota do Mar do Norte.

Moscou diz que tiros de advertência detiveram navio de guerra britânico; Londres nega

Uma aeronave de ataque Su-24, modelo que teria lançado bombas no caminho do HMS Defender (Foto: Serviço de Imprensa do Ministério da Defesa Russo).

O ministro da Defesa da Rússia, Sergei Shoigu, alertou que “o mundo está afundando rapidamente em um novo confronto, que é muito mais perigoso do que durante os tempos da Guerra Fria”.

Incidente no Mar Negro: As reações na Rússia

Destroier britânico HMS Defender (Foto: BatManS/Shutterstock).

Londres afirmou que a embarcação estava em águas ucranianas, mas optou por evitar a escalada, dizendo que nenhum tiro de alerta foi disparado contra seu navio.

China condena mais recente trânsito de navio de guerra dos EUA no Estreito de Taiwan

O destroier de mísseis guiados da US Navy USS Curtis Wilbur no mar das Filipinas em agosto de 2013 (Foto: Declan Barnes/US Navy).

A US Navy tem conduzido operações no Estreito de Taiwan a cada mês ou mais. Os EUA não têm laços diplomáticos com Taiwan, mas são seu maior patrocinador e importante vendedor de armas.

Tropas de defesa costeira russas realizam exercícios na Crimeia enquanto navios de guerra da OTAN entram no Mar Negro

O destroier britânico HMS Defender e a fragata holandesa HNLMS Evertsen passando pelo Bósforo (Foto: Yoruk Isik/Twitter).

Na primeira fase dos exercícios, as equipes dos sistemas de mísseis estacionados na Crimeia realizaram uma marcha até a área de posicionamento, equiparam e camuflaram as posições.

Robôs aéreos e submarinos serão orgânicos nos futuros navios da Rússia

Foto: Sergei Bobylev/Tass.

Chefe de pesquisa russo diz que a concepção do navio do futuro será influenciada pela necessidade de maior resistência em combate em meio ao uso de armas inteligentes e hipersônicas pelo inimigo.

US Navy divulga plano de construção naval que descarta os 355 navios e redefine prioridades

O navio de assalto anfíbio USS America navega com o navio de combate litorâneo USS Gabrielle Giffords em 13 de março de 2020, no Mar do Sul da China (Foto: US Navy).

O novo documento da US Navy apresenta o planejamento de construção para uma frota que pode variar de 321 até 372 navios tripulados.

Novo destroier da marinha chinesa navega no Mar do Sul da China

O Nanning, destroier Tipo 052D, fotografado junto ao navio de abastecimento Chaganhu, do Comando do Teatro do Sul, durante exercícios (Foto: PLAN/Weibo).

Com radares avançados, eletrônicos comparáveis ​​ao sistema AEGIS e lançadores de mísseis verticais de 64 células, os navios do Tipo 052D correspondem à classe Arleigh Burke da US Navy.

A US Navy está pronta para reparar navios danificados em combate em tempo de guerra?

Marinheiros se preparam para simulação de emergência de combate a bordo do destroier USS Mason durante exercício de controle de danos em 2014 (Foto: US Navy).

Relatório do GAO (Government Accountability Office) afirma que, após a Guerra Fria, a US Navy alienou muitas de suas capacidades de reparo de navios em combate.