Marinha seleciona Melhor Oferta para o Projeto “Navio de Apoio Antártico”

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Navio de Apoio Oceanográfico (NApOc) Ary Rongel H-44 (Foto: Marinha do Brasil/Wikimedia Commons/CC BY-SA 2.0).

Navio de Apoio Oceanográfico (NApOc) Ary Rongel H-44 (Foto: Marinha do Brasil/Wikimedia Commons/CC BY-SA 2.0).

O novo Navio de Apoio Antártico (NApAnt) substituirá o Navio de Apoio Oceanográfico (NApOc) “Ary Rongel” (H-44), que, em função da sua idade, se aproxima do final do seu ciclo de vida.


A Marinha do Brasil (MB) selecionou a proposta final do Consórcio “Estaleiro Jurong Aracruz Ltda/Sembcorp Marine Specialised Shipbuilding PTE. Ltd.” como Melhor Oferta (Best and Final Offer) no âmbito do Projeto de Obtenção do Navio de Apoio Antártico (NApAnt).

O processo de seleção

O processo de seleção conduzido pela Marinha baseou-se na expertise técnica e gerencial do seu pessoal e contou com o apoio da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

A escolha da melhor oferta para atender o Projeto “Navio de Apoio Antártico” teve início com a divulgação da Request for Proposal (RFP) nº 40005/2020-001, em 20 de maio de 2020, e baseou-se na aplicação de duas ferramentas de apoio à tomada de decisão: Análise Multicritério à Decisão (AMD) e Análise de Riscos.

A decisão da Marinha do Brasil envolveu a análise de mais de 300 critérios distribuídos nas seguintes áreas: Desempenho do Navio, Modelo do Negócio Financeiro, Ciclo de Vida e Apoio Logístico Integrado, e Estratégia Construtiva.

O NApAnt terá as seguintes características básicas:


Conteúdo local e geração de empregos

Na fase de seleção, o projeto vencedor alcançou um Índice de Conteúdo Local superior a 60%, o qual será construído nas instalações do Estaleiro Jurong Aracruz Ltda, no Espírito Santo-ES.

A previsão é que o Projeto de Obtenção do Navio de Apoio Antártico proporcione uma geração de cerca de 500 a 600 empregos diretos e mais de 6.000 indiretos, mobilizando uma importante parcela da indústria naval brasileira e da base tecnológica nacional.

Formalização contratual

A negociação contratual com a futura Sociedade de Propósito Específico (SPE) que será constituída pelo Consórcio, será conduzida pela Empresa Gerencial de Projetos Navais (EMGEPRON), na qualidade de Contratante do Projeto de Obtenção do Navio de Apoio Antártico, e cumprirá os devidos trâmites legais, bem como observará as condições estipuladas na RFP nº 40005/2020-001, visando à assinatura do contrato no prazo mais breve possível.

A entrega do navio à Marinha do Brasil é prevista para 2025.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curso sobre a RússiaCurso de InteligênciaCurso sobre a ChinaPublicidade
Fórum Brasileiro de Ciências PoliciaisLoja Café com Defesa

Veja também