Austerlitz e a campanha russa

Napoleão era um general soberbo no campo estratégico e operacional; sua capacidade de manipular o inimigo de forma a manter a iniciativa mesmo em situação tática defensiva, obrigando os russos a atacar quando e onde ele queria era magistral e foi fundamental para o sucesso em Austerlitz. Os russos, porém, compreendendo que Napoleão supria seu exército in loco, adotaram a estratégia de “terra arrasada”, usando a imensidão do território russo para amortecer a força do exército francês e negaram-lhe a iniciativa, furtando-se ao combate e aguardando a oportunidade certa para lutar. Continuar lendo Austerlitz e a campanha russa