Um gamer no crime pandêmico

Um crime bárbaro, reflexo dos tempos que vivemos, colocou um fim trágico à vida de uma jovem e marca indelevelmente a vida dos familiares. Poderia ter sido evitado? Nunca saberemos com certeza, mas cabem reflexões.

Visita ao 1º BAEP em Campinas-SP

O 1º BAEP, em Campinas-SP, foi a unidade pioneira de seu tipo e serviu de modelo para a implantação de diversas outras hoje espalhadas por várias cidades do estado de SP. Trata-se de um batalhão formado por profissionais aguerridos e motivados, nos quais é possível perceber nitidamente a paixão com que realizam seu trabalho.

Diagnóstico da (in)segurança

A população não se atém às estatísticas do crime e sim aos fatos que geram a sensação de insegurança e reforçam o medo concreto. É imperativo que a lei penal brasileira seja menos benevolente com criminosos, deixando de conceder benefícios e regimes carcerários alternativos. Diante do clima de insegurança, medo e descrédito nas instituições responsáveis pela segurança da população, tem surgido soluções imediatistas que não resolvem os problemas.

Procedimento de doação de armas de fogo apreendidas em operações policiais para órgãos de Segurança Pública

A gestão pública tem como imperativo buscar soluções visando a prestação de serviços de qualidade, prezando por princípios administrativos que norteiem suas ações. No tocante a segurança pública, o Brasil apresenta um cenário complexo, com elevada incidência de crimes principalmente contra a vida, com 47.773 mortes violentas em 2019 (das quais 72,5% causadas por armas de fogo), como também crimes contra o patrimônio com utilização de armas de fogo.

Atualização da Doutrina de Gerenciamento de Crises: incidentes policiais e Centros de Consciência Situacional C5I na Quarta Revolução Industrial

O gerenciamento de crises é um tema importante para a atividade policial, pois visa expandir a possibilidade de investigar delitos ao fornecer conceitos atuais como forma de gerar melhor consciência situacional e imagem operacional de incidentes de todos os tipos e tamanhos, com a flexibilidade de aplicativos para smartphones em tempo real, agilizando a capacidade de resposta e de adaptação do Estado.

PMESP e órgãos de segurança realizam Simulação de Resposta a Ações de Terrorismo Criminal

Na madrugada do último dia 16 de dezembro (01h00), na Praça 8 de Dezembro, no bairro do Taboão em Guarulhos-SP, ocorreu uma simulação de ação criminosa com resposta por parte do BOPE-SP e outros órgãos de segurança. O local foi selecionado por contar com uma base da PMESP e com diversas agências bancárias.

A dinâmica do crime organizado e os negócios das facções criminosas

O crime organizado caracteriza-se pela profissionalização das atividades delituosas por elementos ou facções criminosas visando lucro. Portanto, é de fundamental importância que seja combatido e punido com todo o rigor, fazendo com que a atividade criminosa não seja compensadora.

A Guerrilha Carioca

Décadas de descaso levaram o Rio de Janeiro ao descaso em que se encontra hoje, e as recentes decisões do judiciário, impedindo a atuação da polícia, não contribuem para uma melhoria. É fundamental que a população do Rio de Janeiro – cidade e estado – escolham governantes éticos e honestos, realmente comprometidos em mudar essa situação.

Planejamento Estratégico e o combate ao “Novo Cangaço”

Através de uma análise acurada, o autor apresenta a atividade criminosa que vem sendo chamada de “Novo Cangaço” ou “Vapor” e nos mostra como o planejamento estratégico pode ser efetivo na criação de um Plano de Defesa para o combate a essa modalidade de crime.

Incidentes Críticos: suas fases, espécies e características

Incidentes críticos na área de Segurança possuem características cujo conhecimento é fundamental para uma resposta rápida e adequada. O conhecimento e estudo das formas de ação e das fases de um incidente crítico preparam os agentes para as ações, aumentando assim as possibilidades de sucesso.