Akaer conhece laboratório sede do maior estudo sobre neutrinos

Compartilhe:
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Getty Images.

Getty Images.

Equatorial Sistemas vai realizar uma visita técnica e atualizar o projeto DUNE (Deep Underground Neutrino Experiment).


O Grupo Akaer faz parte de um dos mais importantes projetos científicos em desenvolvimento no mundo, o Deep Underground Neutrino Experiment (DUNE), através da empresa Equatorial Sistemas. Inserida na primeira fase do projeto, a indústria foi convidada para uma visita técnica ao Fermilab (Fermi National Accelerator Laboratory), sede do programa, em Chicago (EUA).

Além da Equatorial, outros integrantes brasileiros também terão a oportunidade de conhecer o laboratório em dezembro. A visita às instalações do Fermilab é uma chance dos profissionais da Equatorial se inteirarem, in loco, das atividades em andamento do DUNE. O objetivo do programa é descobrir novas propriedades dos neutrinos – partículas elementares sem carga de tamanho extremamente pequeno que viajam a uma velocidade muito próxima à da luz.

O Fermilab é um laboratório especializado em física de partículas de alta energia vinculado ao Departamento de Energia dos Estados Unidos. A Equatorial Sistemas está no projeto por meio de um convênio com o Instituto de Física “Gleb Wataghin” (IFGW) da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas/SP) e em colaboração com o Fermilab. A participação tem apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP).

A empresa do Grupo Akaer está envolvida no desenvolvimento de uma parte essencial do projeto – o equipamento inédito para purificação de argônio líquido. A terra é atravessada regularmente por trilhões de neutrinos, partículas existentes desde os primeiros tempos do universo e produzidas por fontes como o próprio Sol. Eles são, porém, de detecção muito difícil e, por isso mesmo, ainda pouco entendidos. Para os pesquisadores, eles serão parte de grandes descobertas na Física nos próximos anos.

O grande destaque tecnológico do DUNE é que o sistema de detecção se baseará no uso de argônio líquido. E para isso, o sistema de detecção (DUNE Photon Detection System) é fundamental, pois será por meio da cintilação produzida pela passagem dos neutrinos através de tanques de argônio líquido, que será possível gerar informações sobre a formação do universo e a estrutura do mundo material.

Um dos projetos conduzidos pelos pesquisadores brasileiros refere-se ao sistema de detecção de luz chamado Arapuca, um dispositivo para coletar sinais de luz em frequência muito baixa emitida pelos detectores do DUNE. E é aqui que começa o grande desafio científico e de engenharia nesse programa. Para manter o líquido, tem de baixar a temperatura e depois purificar o argônio, pois as impurezas podem afetar a detecção das partículas e inviabilizar o experimento. O Brasil, sob liderança da Unicamp, estuda a purificação, filtragem e regeneração de argônio líquido para os detectores de neutrinos.

O DUNE está dividido em duas partes. A primeira, em fase de conclusão, inclui as atividades de P&D, estudos preliminares, testes, construções de protótipos para a optimização de purificação, regeneração e condensação de argônio em larga escala. Após avaliação dessa etapa, a fase 2 incluirá engenharia, projeto, construção, testes, despacho e entrega de componentes.

A Equatorial Sistemas, do Grupo Akaer, participa do estudo junto com a Unicamp, fornecendo o suporte de engenharia necessário em toda a primeira etapa do projeto. A indústria recebeu apoio para o desenvolvimento da pesquisa da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo, por meio do Programa FAPESP Pesquisa Inovativa em Pequenas Empresas (PIPE).

O DUNE é um projeto de uma envergadura enorme porque vai além da descoberta sobre porque vivemos em um universo dominado pela matéria. É a oportunidade de gerar descobertas para inúmeras outras áreas. Para o Grupo Akaer, o programa representa um avanço de qualidade e de tecnologias envolvendo baixas temperaturas, alta confiabilidade e complexidade em escala enorme. E esse avanço não seria possível senão fosse estarmos nesse programa, aprimorando a expertise do grupo, através da Equatorial Sistemas. Com a visita ao Fermilab, em dezembro, vamos trazer informações técnicas importantes para elaborarmos propostas e participarmos também da segunda fase do projeto”, destacou o CEO da Equatorial, Cesar Ghizoni.

Sobre o Grupo Akaer

O Grupo Akaer, fundado em 1992, é especializado no fornecimento de soluções tecnológicas em diferentes áreas de atuação como aeroespacial, defesa, energia e automotiva. Com mais de 500 funcionários altamente capacitados, tem atuado no desenvolvimento em projetos estratégicos para o Brasil como o Gripen, KC-390, além de câmeras para satélites. O grupo é composto pelas seguintes empresas: Akaer Engenharia: empresa de soluções tecnológicas integradas, com foco na prestação de serviços de Engenharia e Projeto para os diversos mercados em que a empresa atua; Troya: dedicada ao projeto, desenvolvimento e fabricação de ferramental, plataformas e automação; Equatorial Sistemas: responsável pelo desenvolvimento, projeto e integração de sistemas complexos, sistemas espaciais e carga útil para satélites; e OPTO Space & Defense: voltada para o desenvolvimento, projeto e integração de tecnologias e produtos optrônicos.

 Sobre a Dubai Airshow

A Dubai Airshow é uma feira realizada bianualmente em Dubai, nos Emirados Árabes. Este ano, será realizado entre os dias 14 e 18 de novembro. A mostra reúne as indústrias líderes do mercado aeroespacial e de defesa, com exibição de aeronaves, produtos e tecnologias inovadoras. Para a edição de 2021, as empresas brasileiras com presença confirmada são: Akaer, Atech, A.S. Avionics Services, CDS, Embraer, LACE, Mac Jee, M&K Logistics e Saipher.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

V-UnitCanal do Velho GeneralHackerSecPublicidade
Fórum Brasileiro de Ciências PoliciaisPrograma Café com Defesa

Veja também