Rússia enviou caças para evitar violação de fronteira por fragata holandesa

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
A fragata HNLMS Evertsen (Foto: Ministério da Defesa da Rússia).

A fragata HNLMS Evertsen (Foto: Ministério da Defesa da Rússia).

Caças e bombardeiros foram escalados para evitar uma violação de fronteira pela fragata holandesa HNLMS Evertsen, que navegava em direção ao estreito de Kerch, disse o Ministério da Defesa russo na terça-feira.

O Ministério da Defesa holandês havia afirmado anteriormente que os caças russos criaram uma situação insegura no Mar Negro ao voar baixo demais sobre a fragata. O episódio ocorreu no dia seguinte ao incidente com o contratorpedeiro britânico HMS Defender.

“Em 24 de junho de 2021, os meios da Frota do Mar Negro que monitoram os movimentos dos navios da OTAN no Mar Negro estabeleceram que a fragata holandesa HNLMS Evertsen, mudou o curso em águas internacionais e começou a se mover em direção ao Estreito de Kerch. Para evitar uma violação das águas territoriais da Rússia, caças Sukhoi Su-30 e bombardeiros Sukhoi Su-24 foram escalados para voar perto do navio holandês a uma distância segura”, disse o Ministério da Defesa russo, acrescentando que a fragata prontamente se afastou da fronteira e continuou ao no curso original.


LIVRO RECOMENDADO

Prisioneiros da geografia: 10 mapas que explicam tudo o que você precisa saber sobre política global

  • Tim Marshall (Autor)
  • Em Português
  • Kindle ou Capa comum

As aeronaves seguiram estritamente as regras internacionais, disse o Ministério da Defesa russo. “Todos os voos das aeronaves russas foram realizados em estrita conformidade com as regras internacionais de uso do espaço aéreo”, disse o comunicado. As aeronaves voltaram à sua base após cumprir sua missão de voo.

No início da terça-feira, o Ministério da Defesa da Holanda acusou as aeronaves russas de voar perigosamente perto da Evertsen no Mar Negro, criando uma situação insegura. De acordo com o ministério holandês, o incidente ocorreu na quinta-feira passada, quando o navio estava a sudeste da Crimeia. “As aeronaves assediaram a Evertsen entre 15h30 e 20h30, horário local”, alegaram as autoridades holandesas.

Segundo o ministério holandês, “os caças estavam armados com bombas e mísseis ar-superfície destinados a atingir alvos a partir do ar” e “voaram perigosamente perto e baixo [sobre a fragata], realizando ataques simulados”. Além disso, a fragata sofreu interrupções em seu equipamento eletrônico após o sobrevoo, acrescentou o ministério.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também