Helicóptero Mi-28NM atualizado da Rússia recebe mísseis de próxima geração

Compartilhe:
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Helicóptero Mi-28N (Foto: Dmitry Serebryakov/Tass).

Helicóptero Mi-28N (Foto: Dmitry Serebryakov/Tass).

O mais recente helicóptero de ataque Mil Mi-28NM recebeu mísseis de última geração e armamento de foguetes. “No decorrer do trabalho conjunto, nos concentramos em expandir o alcance das armas lançadas do ar pelo armamento aerotransportado do helicóptero como área básica de melhorarias nos helicópteros da base Mi-28N. Para o propósito de resolver esta tarefa, o armamento aerotransportado do Mi -28NM adotou mísseis de próxima geração, incluindo munições multifuncionais, permitindo que a aeronave atinja alvos sem entrar na área de defesa aérea efetiva do inimigo, e também foguetes de próxima geração com ampla gama de emprego e capacidade aprimorada, bem como armas de vários calibres”, disse Vitaly Shcherbina, chefe do projeto.

A integração do helicóptero de ataque Mi-28NM ao espaço digital único de informação e reconhecimento no campo de batalha aumenta a eficiência de combate da aeronave, enfatizou o projetista-chefe.

“Neste caso, os helicópteros operam como parte de um sistema de reconhecimento e ataque e são capazes de obter automaticamente informações atualizadas sobre o inimigo e o ambiente de combate na área designada por meio de redes de informação de sistemas de reconhecimento, incluindo veículos aéreos não tripulados”, disse Shcherbina.

Um novo míssil multifuncional leve provou seu valor no curso de sua operação, enfatizou o projetista-chefe.

“Os testes do helicóptero Mi-28NM armado com novos mísseis multifuncionais confirmaram a alta eficiência do armamento. Empregar o míssil como parte do sistema de suporte de informações de um drone de reconhecimento e um posto de comando automatizado criado pelo Mil and Kamov National Helicopter Center por sua própria iniciativa é uma área importante para aumentar a eficiência do míssil”, disse Shcherbina.

“O uso abrangente deste míssil, juntamente com as fontes de informação sobre o inimigo e o ambiente de combate na área designada, permitirá à tripulação lidar com as questões de otimização das características de um voo para a área de emprego de combate em tempo real, escolher os parâmetros de lançamento de ataque a um alvo (a trajetória, velocidade e altitude de voo do helicóptero e o nível de disparo do míssil) no modo automatizado”, afirmou o designer-chefe.

O armamento do helicóptero de ataque Mi-28NM também foi atualizado, disse ele. “Uma grande quantidade de trabalho foi realizada no Mi-28NM para reduzir o peso do conjunto da arma e as características dimensionais e o controle da unidade agora é digital e mais confiável”, observou Shcherbina.


LIVRO RECOMENDADO

Mi-28: Night Hunter and others

  • Jakub Fojtik (Autor)
  • Em inglês
  • Capa comum

O helicóptero Mi-28NM realizou seu vôo de estreia em 12 de outubro de 2016 e é uma versão atualizada do helicóptero de combate Mi-28N. O Mi-28NM possui um sistema de controle duplo. Em comparação com o Mi-28N, onde o operador na cabine dianteira tinha limitações nas capacidades de pilotagem, a versão atualizada oferece a possibilidade de controle completo em qualquer cabine.

O novo gunship recebeu um radar montado no mastro, um novo sistema de navegação de avistamento e pilotagem e uma estação de radar aprimorada. O Russian Helicopters Group anunciou em 27 de junho de 2019 que havia assinado um contrato com o Ministério da Defesa da Rússia para a entrega de 98 helicópteros de ataque Mi-28NM às tropas em 2020-2027.

O Mi-28NM é capaz de interagir com drones kamikaze

O helicóptero de ataque Mi-28NM é capaz de interagir com drones kamikaze, disse o projetista-chefe. “A inclusão de drones kamikaze no armamento aerotransportado do helicóptero é uma das áreas de interação entre Mi-28NMs e UAV [veículos aéreos não tripulados]”, disse Shcherbina.

Com base neste esquema, um helicóptero de ataque Mi-28NM pode lançar um ou vários drones kamikaze ao entrar na área designada, explicou o chefe projetado. “Ao detectar alvos inimigos, a tripulação do helicóptero emite a aquisição de alvos e exerce o controle de sua destruição”, especificou Shcherbina.

Um helicóptero Mi-28NM também pode interagir com outros tipos de drones, enfatizou o projetista-chefe. “A atribuição técnica para o trabalho de P&D na criação do helicóptero de combate Mi-28NM estipula interação automatizada com drones Korsar e Forpost-R de médio alcance, tanto por meio de um posto de comando automatizado da aviação do exército quanto diretamente entre o helicóptero e o drone”, explicou ele.

“A interação automatizada entre helicópteros Mi-28NM e vários drones de reconhecimento ajudará a monitorar a área designada sem entrar nas defesas aéreas efetivas do inimigo, fornecerá aquisição precisa de alvos e exercerá o controle do emprego de combate de mísseis multifuncionais leves de próxima geração em tempo real, e também retransmitir mensagens de telefone e telecódigo entre helicópteros, aeronaves, plataformas de aeronaves e postos de comando baseados em terra na área designada de operações de combate”, disse o projetista-chefe.

Fonte: Tass.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curso sobre a RússiaCurso de InteligênciaCurso sobre a ChinaPublicidade
Fórum Brasileiro de Ciências PoliciaisLoja Café com Defesa

Veja também