Biden participará de cúpula de Estados da OTAN do Leste Europeu, com foco na Ucrânia

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
O presidente dos EUA, Joe Biden, acena antes de embarcar no helicóptero Marine One, na Casa Branca, em 7 de maio de 2021 (Foto: Jonathan Ernst/Reuters).

O presidente dos EUA, Joe Biden, acena antes de embarcar no helicóptero Marine One, na Casa Branca, em 7 de maio de 2021 (Foto: Jonathan Ernst/Reuters).

O presidente dos EUA, Joe Biden, participará de uma cúpula virtual dos Estados da OTAN do leste europeu, realizada na capital romena, Bucareste, nesta segunda-feira, disse o presidente romeno Klaus Iohannis, com foco na segurança na região do Mar Negro e na Ucrânia.

A cúpula Bucareste Nove, um grupo de países europeus na extremidade oriental da OTAN, será organizada conjuntamente por Iohannis e pelo presidente da Polónia, Andrzej Duda, e visa coordenar as posições de segurança dos países da região.

“Fico feliz em dar as boas-vindas a Joe Biden no Bucharest Nine Summit, que hospedo em Bucareste hoje”, disse Iohannis em sua conta no Twitter.

“Junto com o presidente Andrzej Duda também daremos as boas-vindas a … Jens Stoltenberg na preparação da Cúpula da OTAN, com foco nos laços transatlânticos, OTAN 2030, defesa e dissuasão no flanco oriental.”


LIVRO RECOMENDADO

Prisioneiros da geografia: 10 mapas que explicam tudo o que você precisa saber sobre política global

  • Tim Marshall (Autor)
  • Em Português
  • Kindle ou Capa comum

Biden, o Secretário-Geral da OTAN Jens Stoltenberg e os presidentes da Bulgária, República Tcheca, Estônia, Hungria, Letônia, Lituânia e Eslováquia farão videoconferências durante o encontro.

“Na … declaração de que os nove vão publicar após a reunião, haverá a questão da segurança na região do Mar Negro e as questões de segurança relacionadas na Ucrânia”, disse o chefe do Escritório de Segurança Nacional da Polônia, Pawel Soloch, a repórteres.

No início deste mês, Washington disse que poderia aumentar a ajuda de segurança para Kiev depois que a Rússia transferiu tropas para perto de sua fronteira com a região de Donbass, no leste da Ucrânia, onde tropas ucranianas estão em conflito com separatistas apoiados por Moscou.

Fonte: Reuters.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curso sobre a ChinaCurso de InteligênciaCurso sobre a RússiaPublicidade
Fórum Brasileiro de Ciências PoliciaisLoja Café com Defesa

Veja também