Mais de 20 navios de guerra da Frota Russa do Mar Negro realizam exercícios conjuntos com aeronaves na Crimeia

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Fragata Almirante Makarov, da Frota da Marinha Russa do Mar Negro  (Foto: MoD Rússia).

Fragata Almirante Makarov, da Frota da Marinha Russa do Mar Negro (Foto: MoD Rússia).

Mais de 20 navios de guerra da Frota do Mar Negro realizaram um exercício conjunto com as tripulações das aeronaves de ataque Su-25SM3 da Força Aérea do Distrito Militar do Sul e do Exército de Defesa Aérea em uma inspeção final das forças da Frota após o período de treinamento de inverno, informou a assessoria de imprensa da Frota nesta terça-feira.

“Um grupo naval formado pelas fragatas Almirante Makarov e Almirante Essen, as corvetas de mísseis Graivoron e Vyshny Volochyok e também embarcações de mísseis, pequenos navios de guerra antissubmarina e grandes navios de assalto anfíbio realizaram um exercício para repelir armas de ataque aéreo de um suposto inimigo, interferência radioeletrônica e capacidades de defesa aérea”, disse a assessoria de imprensa em um comunicado.

Como diz o comunicado, “três esquadrões da aeronaves de ataque do Distrito Militar do Sul realizaram exercícios para atingir posições para um ataque, em teoria empregar armas de mísseis contra um destacamento e se esquivar de um ataque retaliatório de sistemas de defesa aérea embarcados.”

Os pilotos realizaram voos em altitudes extremamente baixas em condições climáticas complexas. O exercício foi realizado em conformidade com um plano de verificação final das forças da Frota do Mar Negro para o período de treinamento de inverno sob um projeto tático comum de inspeção de controle do Distrito Militar do Sul”, especificou a assessoria de imprensa.

Anteriormente, mais de 50 aeronaves do Distrito Militar do Sul foram redistribuídas para a Crimeia como parte da verificação de prontidão para controle de combate.

Fonte: Tass.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também