Helicópteros russos Mi-35M são altamente estimados pela FAB, diz fabricante

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Helicóptero Mi-35M (Foto: Tina Shaposhnikova/Tass.

Helicóptero Mi-35M (Foto: Tina Shaposhnikova/Tass.

A Força Aérea Brasileira estima altamente as características de vôo dos helicópteros de transporte e ataque russos Mi-35M, disse Valeria Reshetnikova, porta-voz da Cooperação Técnica Militar do Serviço Federal Russo na quinta-feira.

“O comando e os pilotos da Força Aérea Brasileira estima muito as características de combate, confiabilidade e fácil manutenção do Mi-35M nas condições extremamente difíceis dos trópicos amazônicos”, disse ela.

Segundo Reshetnikova, a cooperação entre a Rússia e o Brasil na área de aeronaves de combate de asas rotativas pode ser continuada. “A Rússia tem interesse em ampliar a cooperação com os parceiros brasileiros”, ela acrescentou.

Um centro de reparos de helicópteros Mi-35M está operando no Brasil e pessoal local foi treinado. “A principal tarefa hoje é garantir o funcionamento do centro em sua capacidade total. A Russian Helicopters é responsável pela organização da cooperação nessas questões. A empresa está fazendo o possível para garantir a manutenção ininterrupta dos helicópteros russos”, afirmou ela.

A Força Aérea Brasileira têm 12 helicópteros AH-2 Sabre, o nome pelo qual o Mi-35M é designado no Brasil.

Fonte: Tass.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

1 comentário

  1. O Brasil deveria comprar a tecnologia destes helicópteros para que a Helibras possa fabricá-lo aqui no Brasil e nós não dependermos mais da Rússia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curso sobre a RússiaCurso de InteligênciaCurso sobre a ChinaPublicidade
Fórum Brasileiro de Ciências PoliciaisLoja Café com Defesa

Veja também