Putin e Bolsonaro falam sobre produção da vacina Sputnik V no Brasil

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Presidente da Rússia, Vladimir Putin (Foto: Alexei Nikolsky/Tass).

O presidente da Rússia, Vladimir Putin (Foto: Alexei Nikolsky/Tass).

O presidente russo, Vladimir Putin, e o brasileiro, Jair Bolsonaro, tiveram uma conversa por telefone na terça-feira para discutir as perspectivas de desenvolvimento das relações bilaterais, bem como questões de cooperação prática na luta contra o coronavírus, incluindo o registro da vacina russa Sputnik V no Brasil, seus suprimentos e produção, informou o serviço de imprensa do Kremlin na terça-feira.

“Um telefonema entre o presidente russo Vladimir Putin e o presidente brasileiro Jair Bolsonaro foi iniciado pelo lado brasileiro. O compromisso de um trabalho conjunto ativo em linha com a parceria estratégica russo-brasileira foi reafirmado. Foi manifestado interesse mútuo no aumento gradual dos laços comerciais e econômicos. Vários aspectos da cooperação prática no combate à disseminação da infecção pelo coronavírus foram discutidos, incluindo o registro da vacina russa Sputnik V no Brasil, organização do abastecimento e produção desta vacina no país”, disse o Kremlin em comunicado de imprensa.

Putin e Bolsonaro sublinharam que pretendem manter contato pessoal em todas as questões mencionadas.

Por sua vez, a assessoria de imprensa do dirigente brasileiro informou que os presidentes discutiram questões de compra da vacina russa contra o coronavírus Sputnik V e cooperação técnica militar.

“O presidente Jair Bolsonaro ligou na terça-feira ao presidente russo Vladimir Putin. …As partes discutiram questões de compra da vacina Sputnik V e sua produção no Brasil, questões de comércio bilateral, cooperação no setor de defesa, nas áreas de ciência e tecnologia”, diz o comunicado. “Bolsonaro enfatizou a necessidade de aumentar o número de empresas brasileiras autorizadas a exportar seus produtos de carne [para a Rússia].”

De acordo com a assessoria de imprensa, junto com o presidente Bolsonaro, também participaram da conversa os ministros das Relações Exteriores e da Saúde do Brasil, o chefe da Secretaria da Presidência e o chefe da Vigilância Sanitária do país.

Fonte: Tass.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curso sobre a ChinaCurso de InteligênciaCurso sobre a RússiaPublicidade
Fórum Brasileiro de Ciências PoliciaisLoja Café com Defesa

Veja também