F-5F de Taiwan retomam os voos após serem groundeados

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Foto: Cortesia leitor/Focus Taiwan.

Foto: Cortesia leitor/Focus Taiwan.

Vários caças F-5F na Base Aérea de Taitung decolaram nesta terça-feira em voos de teste depois que a Força Aérea completou um grande check-up em sua frota após o acidente mortal de F-5E em 22 de março, que levou a o aterramento de todos os F-5.

De acordo com a base, os dois primeiros F-5F decolaram aproximadamente às 08h00 e retornaram em segurança após voos de teste de 40 minutos.

Wu Jung-hua, comandante da base aérea, disse que a missão de terça-feira envolveu apenas F-5F de dois lugares, enquanto voos de teste para os F-5E monoposto devem ser realizados em breve.

O porta-voz da Força Aérea, Chen Kuo-hua, disse mais tarde que o momento exato dos voos de teste do F-5E seria decidido após uma revisão dos resultados da missão de terça-feira.

A Força Aérea suspendeu a operação de todos os seus F-5 para inspeções importantes após o acidente de 22 de março, quando dois jatos F-5E de assento único se chocaram no ar enquanto trocavam a formação do condado de Pingtung durante uma missão de treinamento.

Um dos pilotos envolvidos, o tenente Lo Shang-hua, foi ejetado de sua aeronave após a colisão, mas não apresentou sinais vitais ao ser encontrado no mar e foi declarado morto após ser levado ao hospital.

Acredita-se que o outro piloto, o capitão Pan Ying-chun, também tenha ejetado de sua aeronave, mas ele não foi encontrado e as busca para encontrá-lo prosseguem.

Desde o acidente, uma equipe de busca e resgate de 300 pessoas encontrou alguns equipamentos pessoais e destroços da aeronave que pertenciam ao avião pilotado pelo capitão Pan, mas não havia sinal do piloto.

Wu disse que um serviço memorial deve ser realizado para Lo no sábado, enquanto uma menção póstuma será apresentada à família pela presidente Tsai Ing-wen.

A procissão, disse ele, será realizada na mesma escala que a de Chu Kuan-meng, que morreu em 29 de outubro do ano passado após seu F-5E Tiger ter caído no mar após a decolagem da Base Aérea Taitung.

Fonte: Focus Taiwan.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também