Mudanças na geopolítica do Oriente Médio

Os “Acordos de Abraão”, como vem sendo chamados os tratados entre Israel e, até o momento, Emirados Árabes Unidos e Bahrein, com anuência da Arábia Saudita, indicam uma mudança importante na região. Palestinos, que percebem uma redução do apoio árabe à sua causa, e iranianos, que vem sendo vistos como o principal fator de risco na região, são os maiores insatisfeitos com o contexto que vem se desenhando. Continuar lendo Mudanças na geopolítica do Oriente Médio

A influência geográfica nos conflitos Árabe-Israelenses

As características geográficas do entorno de Israel, o fato de estar cercado por inimigos reais e potenciais, além de não possuir aliados na região, fizeram com que o país adotasse uma estratégia de uso de “zonas de amortecimento” ou “zonas-tampão”, a exemplo do que ocorre com a Rússia e suas preocupações com o crescimento da OTAN. Continuar lendo A influência geográfica nos conflitos Árabe-Israelenses

Tragédia no Líbano

O Líbano, além de conviver com o permanente conflito entre Hezbollah e Israel, vinha recebendo um grande fluxo de refugiados da guerra civil da Síria em meio a uma severa crise política e econômica. Não bastasse tudo isso, a violenta explosão que atingiu o país no início deste mês, além do desastre humanitário, impõe um enorme desafio à sua já combalida economia e agrava a crise política. Continuar lendo Tragédia no Líbano

Rússia aprende lições militares na Síria

Desde 2015, os militares russos estão intimamente envolvidos no conflito sírio e implantaram uma extensa rede de comando e controle para suas forças e aliados. Nesta análise, Tim Ripley, da Jane’s, faz uma avaliação da implicação dessa experiência para futuras intervenções militares russas em outras zonas de conflito. Continuar lendo Rússia aprende lições militares na Síria