O retorno do Império Otomano é possível?

Tropas turcas e azeris em exercícios militares conjuntos na província de Kars, leste da Turquia (Foto: Reuters).

A Turquia governada por Recep Tayyp Erdogan, um admirador do Império Otomano, vem ganhando destaque internacional nos últimos tempos, com ações na Síria, em apoio ao Azerbaijão, e obtendo proeminência inclusive em tecnologias militares. Mas até que ponto isso pode significar o renascimento de um “novo” Império Otomano?

Conflito não declarado? Aumentam combates dos EUA contra milícias apoiadas pelo Irã

Militares americanos observam jato F-16 em cerimônia de recepção de quatro dessas aeronaves em uma base militar em Balad, Iraque, 20 de julho de 2015 (Foto: Thaier Al-Sudani/Reuters).

Para os democratas, a questão é se o padrão de ataques e contra-ataques não equivale a um conflito não declarado, com risco de os EUA tropeçarem em uma guerra direta com o Irã sem envolvimento do congresso.

Caça F-35 britânico observa manobras navais russas no Mediterrâneo

Jato F-35B operando a bordo do HMS Queen Elizabeth (Foto: Ministério da Defesa britânico).

Exercícios da Rússia envolvem cinco navios de guerra, dois submarinos, bombardeiros, caças e aeronaves antissubmarino; manobras visam garantir a segurança da base aérea Hmeimim e da instalação naval Tartus operadas pela Rússia na Síria.

Aeronaves americanas atacam milícia apoiada pelo Irã no Iraque e Síria; militares iraquianos condenam

Vista aérea da sede militar dos Estados Unidos, o Pentágono, em 28 de setembro de 2008 (Foto: Jason Reed/Reuters).

Saeed Khatibzadeh, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores iraniano, disse que as ações dos americanos estão “interrompendo a segurança na região, e uma das vítimas disso serão os EUA”.

A entrevista de Vladimir Putin à rede NBC

Vladimir Putin (Foto: Anadolu).

O presidente russo, Vladimir Putin, reagiu às recentes descrições dele feitas pelo presidente dos EUA, Joe Biden, em uma entrevista exclusiva ao canal de TV norte-americano NBC, transmitida na segunda-feira, dias antes de uma cúpula entre os dois líderes em Genebra.

Síria afirma que ataques aéreos israelenses tiveram como alvo Damasco

Israel reconheceu ter conduzido muitos ataques dentro da Síria desde o início da guerra civil em 2011 (Foto: Abir Sultan/EPA).

Observatório SOHR disse que os ataques tiveram como alvo posições da força aérea perto de Khirbet al-Tin, nos arredores de Homs, e um depósito de armas pertencente ao Hezbollah.

Rússia revela envio de bombardeiros com capacidade nuclear para base aérea da Síria

Bombardeiros estratégicos supersônicos Tupolev Tu-22M sobrevoam o Kremlin em Moscou, em 7 de maio de 2014, durante ensaio para o desfile do Dia da Vitória (Foto: Yuri Kadobnov/AFP).

Segundo Moscou, bombardeiros Tupolev Tu-22 pousaram na Base Aérea Hmeimim da Síria pela primeira vez; implantação mostra uma extensão do alcance de ataque nuclear da Rússia no Oriente Médio e no Mediterrâneo.

Israel investiga por que as defesas aéreas não interceptaram míssil sírio

Míssil SA-5 em exibição no Museu da Força Aérea Ucraniana (Foto: George Chernilevsky/CC BY-SA 3.0).

Míssil sírio disparado contra um jato da IAF errou o alvo, a defesa aérea israelense não conseguiu abatê-lo e ele caiu perto de Dimona; a mídia estatal Síria informou que um ataque israelense perto de Damasco deixou três soldados feridos e um morto.

FSB impede ataque terrorista em Simferopol

Foto: Serviço Federal de Segurança Russo/Tass.

Ataque terrorista frustrado pelo FSB russo ocorreria contra um estabelecimento educacional em Simferopol, capital da Crimeia.

Radar Semanal 02/04/2021

O presidente russo, Vladimir Putin, em Sochi, Rússia, outubro de 2019 (Foto: Sergei Chirikov/Reuters).

As recentes implantações de tropas russas próximo da Ucrânia; uma análise do novo modelo de forças do Reino Unido; as apostas e barganhas que mantém Putin no poder na Rússia; Um sumário das capacidades desestabilizadoras do Irã no Oriente Médio; e o uso de inteligência artificial para analisar a cada vez maior massa de dados coletada pela marinha dos EUA.