Chefe da Guarda Costeira dos EUA diz que é preciso maior presença em ambas as regiões polares

O cutter Healy, quebra-gelo polar da Guarda Costeira americana, transita pelas águas do sudeste do Alasca em 24 de novembro de 2018 (Foto: Kellen Browne/US Coast Guard).

Almirante disse que a China vem operando ao largo do Alasca por anos, e a Rússia está construindo uma frota cada vez maior de quebra-gelos para uso na Rota do Mar do Norte.

Base mais setentrional da Rússia projeta poder no Ártico

Nagurskoye, na ilha congelada de Alexandra Land, é a base militar mais ao norte da Rússia (Foto: Alexander Zemlianichenko/AP).

Base militar mais ao norte da Rússia está repleta de mísseis e radares e sua pista pode operar qualquer aeronave, projetando o poder e influência de Moscou; ministro Lavrov afirma que o país é responsável pela segurança da costa do Ártico, e tudo o que a Rússia faz lá é totalmente legítimo.

Bloqueio do Canal de Suez fortalece argumentos para Nord Stream 2 e Rota do Mar do Norte

Foto: Sovcomflot.

Bloqueio do Canal de Suez foi uma mensagem positiva para a rota do Mar do Norte, para a iniciativa Belt and Road e para oleodutos como o Nord Stream 2.

A Rússia e o Ártico

Além de ser uma importante rota comercial que pode economizar tempo e dinheiro, estimativas indicam que cerca de 13% do petróleo e 30% do gás natural por ser descoberto estão dentro do Círculo Polar Ártico; a região abriga também jazidas de ouro, magnésio, níquel, cobalto e prata. Tem também importância militar suficiente para justificar a criação, em 2014, do Comando Estratégico Conjunto da Frota do Norte.