De olho na OTAN, a Rússia realiza exercícios no Mar Negro, no Pacífico e no Mediterrâneo

O Varyag, cruzador de mísseis da Marinha da Rússia (Foto: Vadim Savitsky/Gabinete de Imprensa do Ministério da Defesa Russo/Tass).

Enquanto a OTAN realiza o exercício Sea Breeze 2021, a Marinha da Rússia conduz operações com submarinos e helicópteros embarcados no Mar Negro, realiza treinamento no Mediterrânea com foco na defesa de instalações russas na Síria e conduz testes de armas no clima quente do Pacífico.

O Pentágono considera uma força-tarefa naval permanente no Pacífico para combater a China

O porta-aviões USS Theodore Roosevelt (CVN 71) navega no Oceano Pacífico em 25 de janeiro de 2020 (Foto: Kaylianna Genier/US Navy).

Duas iniciativas em consideração dariam mais força ao discurso duro do presidente Joe Biden sobre a China; ainda não está claro se uma eventual força-tarefa também incluiria outros países.

Marinha da Rússia inicia exercícios de larga escala no Pacífico

O Varyag, cruzador de mísseis da Marinha da Rússia (Foto: Vadim Savitsky/Gabinete de Imprensa do Ministério da Defesa Russo/Tass).

De acordo com o plano, um exercício operacional das forças combinadas da Frota será executado em zonas marítimas distantes; manobra envolve até 20 combatentes de superfície, submarinos e navios de apoio, além de cerca de 20 aeronaves.

Bombardeiro estratégico H-20 da China “pode ser capaz de atingir segunda cadeia de ilhas”

Concepção artística do bombardeiro chinês Xian H-20 (Imagem: Weibo).

Imagens geradas por computador do Xian H-20, publicadas por revista de empresa de defesa estatal, mostram que o bombardeiro priorizará furtividade e longa distância.

Exército americano está otimizando equipamentos de guerra eletrônica para o Indo-Pacífico

O Exército quer ter certeza de que seus próximos sistemas de guerra eletrônica possam apoiar as forças através das vastas distâncias marítimas da região Indo-Pacífico (Foto: Claudio Tejada/US Army).

Sistemas estão sendo otimizados para competir em um ambiente marítimo contra objetivos não tradicionais para o exército, como alvos marítimos chineses.

Submarino nuclear Belgorod com drones nucleares Poseidon irá servir no Pacífico

Submarino movido a energia nuclear Belgorod (Foto: Oleg Kuleshov/Tass).

O submarino será capaz de realizar missões em qualquer oceano do planeta, de acordo com alto escalão russo.

General da USAF critica projeto de mísseis de precisão de longo alcance do Exército: “É estúpido”

B-1B Lancer da USAF decola da Base Aérea de Andersen, Guam, para uma missão da força-tarefa de bombardeiro em 6 de janeiro de 2021 (Foto: Tristan Day/USAF).

O exército americano tem planos de colocar em campo um sistema de mísseis hipersônicos lançados de solo até 2023.

Especulando sobre a China e Cuba

Num exercício de imaginação, o autor procura traçar um paralelo entre a situação geopolítica da Guerra Fria, envolvendo os EUA e a URSS durante a crise dos mísseis em Cuba, e a atual disputa entre os Estados Unidos e a China, criando um cenário hipotético, mas, nas suas próprias palavras, intrigante. Dado o cenário especulado, cabe a pergunta: Poderia Cuba ser tão importante para a China quanto foi para a União Soviética?

Radar Semanal 18/12/2020

Nesta semana, entre diversos assuntos, uma possível aproximação da Turquia com Israel; o Japão e a Austrália estão próximos de um histórico acordo de defesa; três lições geopolíticas de 2020, numa análise do IISS; o Defense 360º traz uma análise sobre o uso de Inteligência Artificial nas questões nucleares; a invasão por hackers à organizações americanas, entre elas a agência nuclear.

Radar Semanal 11/12/2020

Entre os assuntos desta semana, algumas matérias sobre armamento nuclear, exercícios marítimos no Indo-Pacífico e atividades no Golfo Pérsico; EUA devem sancionar Turquia pelo S-400, e um militar da US Navy rebaixado. E, claro, não poderia faltar um artigo sobre Chuck Yeager.