Expansão militar russa no Ártico preocupa membros do norte da OTAN

Soldados espanhóis em um carro de combate Pizarro defendem um campo de aviação como parte do exercício Trident Juncture 2018, um exercício militar liderado pela OTAN, em 1º de novembro de 2018, perto da cidade de Oppdal, Noruega (Foto: Jonathan Nackstrand/AFP/Getty Images).

O aquecimento está abrindo novas frentes de competição no Ártico, rico em recursos – mesmo a distante China está se envolvendo – o que pode resultar em problemas de segurança para a OTAN.

Militares dos EUA querem se adiantar a operações russas “mais complexas”

Um F-22 da Força Aérea dos EUA baseado no Alasca intercepta um bombardeiro russo Tu-95 em 9 de junho de 2020 (Foto: NORAD).

Rússia, EUA e OTAN estão intensificando suas atividades militares no Ártico.

Radar Semanal 29/01/2021

Nesta edição do Radar, a China eleva o tom com Taiwan, o Exército Indiano treinará oficiais especialistas em cultura chinesa e tibetana, o Pentágono passará a considerar mudanças climáticas como prioridade na segurança nacional dos EUA, Pequim sanciona ex-funcionários de Trump e passa mensagem a Biden, destroieres americanos no Mar Negro, e mais.

O que esperar da política internacional em 2021?

Se o ano de 2020 não foi fácil, os primeiros sinais de 2021 parecem mostrar que não haverá muito alívio. Em geopolítica, previsões são sempre impossíveis – e arriscadas –, mas é possível antecipar alguns assuntos que deverão manter 2021 em efervescência – e um ano de muito trabalho para os analistas de geopolítica. Definitivamente, não haverá tédio.

Radar Semanal 13/11/2020

O Radar traz uma avaliação do Plano Quinquenal da China; Um mapa da eleição americana, pelo Epoch Times; o cessar-fogo na guerra do Nagorno-Karabakh; um ensaio sobre Estratégia e Direito Internacional publicado pelo The Strategy Bridge; e uma análise sobre as implicações do Tratado de Não-proliferação de Armas Nucleares para aliados dos EUA.