Saab recebe pedido de munição Carl-Gustaf® das Forças Armadas dos EUA

Foto: Saab.

A entrega para o US Army e os US Marines será composta por sete tipos diferentes de munição, incluindo cartuchos anti-blindagem, anti-estrutura, fumaça e iluminação.

Aeronaves F-35B do Reino Unido e dos EUA atacam o ISIS em primeiras missões de combate do HMS Queen Elizabeth

Um F-35B decola do HMS Queen Elizabeth na área de operações da Sexta Frota em 18 de junho de 2021 (Foto: Zachary Bodner/US Marine Corps).

O comandante da Ala Aérea do Queen Elizabeth disse que é a primeira missão de combate realizada pelos EUA a partir de um porta-aviões estrangeiro desde o HMS Victorious em 1943, e mostra o nível de integração entre a Royal Navy, a Royal Air Force e os US Marines.

Comandante dos US Marines diz que o Corpo precisa restaurar sua competência anfíbia

Veículos de assalto anfíbio transportando uma unidade de fuzileiros para o navio de assalto anfíbio USS Peleliu durante o exercício RIMPAC 2014 (Foto: Dustin Knight/US Navy).

O comandante dos US Marines, general David Berger, disse que no início de sua carreira realizava treinamentos trimestrais de operações anfíbias, o que os fuzileiros navais modernos não fazem.

Competição, e não guerra com a China, é o futuro, diz chefe dos US Marines

O comandante dos US Marines, general David H. Berger, em coletiva de imprensa no Pentágono em 26 de março de 2020 (Foto: Lisa Ferdinando/DoD).

Para o general Berger, está claro que a China claramente têm uma estratégia, têm um plano e está investindo em recursos para esse plano.

A retirada das tropas dos EUA do Afeganistão

Soldados americanos protegem o rosto da areia levantada pelo rotor de um helicóptero evacuando feridos em uma área próxima de Kandahar, no Afeganistão, em 23 de agosto de 2011 (Foto: AFP).

Apesar da promessa de retirada das tropas americanas do Afeganistão em 1º de maio o governo Joe Biden estendeu o prazo, adiando a retirada para a icônica data de 11 de setembro. Obviamente essa decisão desagradou ao Talibã, que declarou que isso abre caminho para “ações que se julguem adequadas contra as tropas de ocupação”. Os EUA finalmente encerrarão esta guerra?

Caças F-35B dos US Marines são implantados no porta-aviões britânico HMS Queen Elizabeth

Foto: Military Network.

Caças F-35B do Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA voaram 5.000 milhas do Arizona ao Reino Unido para embarcar no porta-aviões britânico HMS Queen Elizabeth, na primeira implantação de um esquadrão completo de F-35B dos EUA a bordo de um porta-aviões britânico.

Corpo de Fuzileiros Navais dos EUA testa com sucesso novos drones de carga

Foto: US Marine Corps.

Requisitos iniciais incluem transportar pelo menos 60 libras de carga em várias configurações, por exemplo, latas de água de 5 galões, latas de munição ou pacotes de ração num raio de 10 km.

Radar Semanal 27/11/2020

Uma análise sobre o grande acúmulo de poder pelas Big Techs, a morte de Maradona, a ONU parece começar a se mover em relação aos direitos humanos na Venezuela, as melhorias dos novos porta-aviões classe Ford em relação à classe Nimitz e uma avaliação sobre a perda de supremacia da marinha americana no Mar do Sul da China. Mas há mais!

Radar Semanal 20/11/2020

Entre outros, uma análise dos mísseis convencionais da China; o teste de um interceptador de ICBM lançado por destróier americano no Pacífico; um acordo Grécia-Emirados em meio às tensões com a Turquia; reportagem da Al Jazeera sobre Emmanuel Macron, da França; ataque de Israel à instalações iranianas na Síria; general americano afirma que o ISIS ainda é uma ameaça de longo prazo.

Guerra Aérea no Vietnã (Parte 3)

Nesta terceira parte do artigo sobre a Guerra Aérea do Vietnã, o coronel Calaza esmiúça a Operação Rolling Thunder, considerada por muitos mais difícil do que a campanha aérea contra a Alemanha na 2ª Guerra Mundial, mostra a Operação Bolo e discorre sobre os combates aéreos travados nesse contexto.