Perfil: Donald Rumsfeld, o “Falcão do Pentágono”

Donald Rumsfeld durante uma coletiva de imprensa no Pentágono em 23 de dezembro de 2003 (Foto: Alex Wong/Getty Images).

Sempre pronto para uma briga, Donald Rumsfeld ganhou muitas batalhas durante sua vida, até que a invasão do Iraque marcou negativamente o final de sua carreira quando era secretário de Defesa dos Estados Unidos. Faleceu na última terça-feira, aos 88 anos.

Conflito não declarado? Aumentam combates dos EUA contra milícias apoiadas pelo Irã

Militares americanos observam jato F-16 em cerimônia de recepção de quatro dessas aeronaves em uma base militar em Balad, Iraque, 20 de julho de 2015 (Foto: Thaier Al-Sudani/Reuters).

Para os democratas, a questão é se o padrão de ataques e contra-ataques não equivale a um conflito não declarado, com risco de os EUA tropeçarem em uma guerra direta com o Irã sem envolvimento do congresso.

Aeronaves americanas atacam milícia apoiada pelo Irã no Iraque e Síria; militares iraquianos condenam

Vista aérea da sede militar dos Estados Unidos, o Pentágono, em 28 de setembro de 2008 (Foto: Jason Reed/Reuters).

Saeed Khatibzadeh, porta-voz do Ministério das Relações Exteriores iraniano, disse que as ações dos americanos estão “interrompendo a segurança na região, e uma das vítimas disso serão os EUA”.

Foguetes visam as tropas dos EUA e empreiteiros em bases militares iraquianas

Caça iraquiano F-16 Fighting Falcon decola da Base Aérea de Balad, no Iraque, em 17 de junho de 2019 (Foto: Luke Kitterman/USAF).

Os ataques são os mais recentes de uma sequência desde que Joe Biden assumiu a presidência e tem como alvo a presença dos EUA no Iraque, visando bases militares e a Zona Verde de Bagdá.

Principal general dos EUA no Oriente Médio diz que é preciso “mais trabalho” para combater pequenos drones

Nesta foto de 20 de maio de 20201, o general Frank McKenzie, principal comandante dos EUA para o Oriente Médio, chega a Bagdá (Foto: Lolita C. Baldor/AP).

Os drones são baratos e fáceis de comprar e muitas vezes difíceis de detectar e problemáticos para derrotar. McKenzie disse que os EUA devem encontrar maneiras de conter seu uso por inimigos.

Israel ataca rede de túneis do Hamas; foguetes são direcionados a bases da Força Aérea Israelense

(Foto: Mahmud Hams/AFP).

Cerca de 50 foguetes foram disparados contra Israel a partir do enclave administrado pelo Hamas, com dez deles caindo dentro da Faixa.

Radar Semanal 23/04/2021

Imagem: Pixabay.

Nesta edição do Radar, o general Kenneth McKenzie diz que não há planos para a retirada dos efetivos americanos do Iraque; como a guerra cibernética pode aumentar os riscos de uma guerra nuclear entre EUA e China; com a inteligência artificial, em guerras futuras pode não haver tempo para decisões legais; e imagens aéreas mostram as tropas da Rússia na fronteira com a Ucrânia.

Radar Semanal 02/04/2021

O presidente russo, Vladimir Putin, em Sochi, Rússia, outubro de 2019 (Foto: Sergei Chirikov/Reuters).

As recentes implantações de tropas russas próximo da Ucrânia; uma análise do novo modelo de forças do Reino Unido; as apostas e barganhas que mantém Putin no poder na Rússia; Um sumário das capacidades desestabilizadoras do Irã no Oriente Médio; e o uso de inteligência artificial para analisar a cada vez maior massa de dados coletada pela marinha dos EUA.

Coalizão realiza 133 ataques aéreos contra ISIS no Iraque

Dois F/A-18F Super Hornet decolam do USS Carl Vinson em missão de apoio à Operação Inherent Resolve. Imagem ilustrativa. (Foto: Scott Fenaroli/US Navy).

Coalizão liderada pelos EUA conduziu uma grande ofensiva contra o Estado Islâmico no norte do Iraque, realizando 133 ataques aéreos em 10 dias.

Os A-4 da Força Aérea do Kuwait na Guerra do Golfo

Após dois dias de intensos combates durante a invasão iraquiana do Kuwait, as forças kuwaitianas foram derrotadas. No entanto, muitos pilotos conseguiram escapar para a Arábia Saudita levando suas aeronaves e puderam retornar ao combate posteriormente. Entre essas aeronaves, estavam os McDonnell Douglas A-4KU e TA-4KU Skyhawk, alguns dos quais voam hoje no Esquadrão VF-1 da Marinha do Brasil.