Pentágono: EUA monitoram de perto exercícios militares chineses

Porta-aviões chinês Liaoning (Foto: CNA).

Porta-voz do Departamento de Defesa disse que EUA estão cientes dos exercícios navais conduzidos pela China perto de Taiwan.

China diz que grupo de porta-aviões realiza manobras perto de Taiwan e que os exercícios se tornarão regulares

O porta-aviões da China Liaoning suspendendo de Hong Kong, China, em 11 de julho de 2017(Bobby Yip/Reuters).

Marinha chinesa disse que o grupo de porta-aviões, liderado pelo Liaoning, estava realizando exercícios “de rotina” nas águas perto de Taiwan.

ADEREX-URANO/2021 proporcionará adestramento à Força Aeronaval e contribuirá para o incremento de ações conjuntas entre as Forças Armadas

Exercício contará com a presença de aeronaves de asa rotativa da Força Aeronaval, da Força Aérea Brasileira e do Exército Brasileiro. Será mais uma oportunidade para incrementar a interoperabilidade entre as Forças Armadas.

Radar Semanal 18/12/2020

Nesta semana, entre diversos assuntos, uma possível aproximação da Turquia com Israel; o Japão e a Austrália estão próximos de um histórico acordo de defesa; três lições geopolíticas de 2020, numa análise do IISS; o Defense 360º traz uma análise sobre o uso de Inteligência Artificial nas questões nucleares; a invasão por hackers à organizações americanas, entre elas a agência nuclear.

Radar Semanal 11/12/2020

Entre os assuntos desta semana, algumas matérias sobre armamento nuclear, exercícios marítimos no Indo-Pacífico e atividades no Golfo Pérsico; EUA devem sancionar Turquia pelo S-400, e um militar da US Navy rebaixado. E, claro, não poderia faltar um artigo sobre Chuck Yeager.

A aquisição do NAe São Paulo

O almirante-de-esquadra (Ref2) José Alberto Accioly Fragelli enviou à RMB (Revista Marítima Brasileira), a seguinte correspondência, que esclarece fatos relativos à aquisição do NAe São Paulo da Marinha da França (ex-Foch), em 2001.

ARAEX – UNO

O almirante José Alberto Accioly Fragelli comandou, em 1993, o Grupo-Tarefa brasileiro que participou da primeira Operação ARAEX, exercício conjunto entre a Marinha do Brasil e a Armada Argentina. Durante esta operação, pilotos argentinos se valeram do A-11 Minas Gerais para a manutenção de sua qualificação.