Exercício Sea Breeze 2021 começa no Mar Negro sob ameaça russa de atirar em navios de guerra “intrusos”

Contratorpedeiro da Marinha americana USS Porter fotografado durante o exercício Sea Breeze 2020 (Foto: US Navy).

Exercício tem início cinco dias depois que a Rússia anunciou que um de seus navios de guerra disparou tiros de advertência e uma aeronave de combate lançou bombas no caminho do contratorpedeiro britânico HMS Defender próximo a Sebastopol.

Ministério da Defesa da Rússia está avaliando novos regulamentos após incidente no Mar Negro

O contratorpedeiro britânico HMS Defender (Foto: Kevin Shipp/Shutterstock).

Analistas acreditam que provocações em águas territoriais da Rússia serão mais frequentes e o país deve estar pronto a reagir, mas foguetes não guiados seriam suficientes para demonstrar intenções.

Moscou diz que tiros de advertência detiveram navio de guerra britânico; Londres nega

Uma aeronave de ataque Su-24, modelo que teria lançado bombas no caminho do HMS Defender (Foto: Serviço de Imprensa do Ministério da Defesa Russo).

O ministro da Defesa da Rússia, Sergei Shoigu, alertou que “o mundo está afundando rapidamente em um novo confronto, que é muito mais perigoso do que durante os tempos da Guerra Fria”.

Incidente no Mar Negro: As reações na Rússia

Destroier britânico HMS Defender (Foto: BatManS/Shutterstock).

Londres afirmou que a embarcação estava em águas ucranianas, mas optou por evitar a escalada, dizendo que nenhum tiro de alerta foi disparado contra seu navio.

Rússia alerta Grã-Bretanha para não provocá-la novamente no Mar Negro

Captura de vídeo divulgado pelo Ministério da Defesa da Rússia mostra o destroier HMS Defender filmado de uma aeronave militar russa no Mar Negro, em 23 de junho de 2021 (Fonte: Ministério da Defesa da Federação Russa via Reuters).

O porta-voz do Kremlin classificou o incidente de “provocação inaceitável”, e disse que se essas ações forem longe demais, nenhuma opção será descartada na defesa das fronteiras da Rússia.

Marinha russa efetuou disparos de advertência contra destróier britânico

O destroier da Marinha Real Britânica HMS Defender (Foto: Ben Mitchell/AP).

Defesa russa diz que efetuou disparos de alerta após a embarcação violar as águas territoriais do país; o Reino Unido negou, mas um correspondente da BBC a bordo do destroier enviou relato confirmando o incidente.

Tropas de defesa costeira russas realizam exercícios na Crimeia enquanto navios de guerra da OTAN entram no Mar Negro

O destroier britânico HMS Defender e a fragata holandesa HNLMS Evertsen passando pelo Bósforo (Foto: Yoruk Isik/Twitter).

Na primeira fase dos exercícios, as equipes dos sistemas de mísseis estacionados na Crimeia realizaram uma marcha até a área de posicionamento, equiparam e camuflaram as posições.

Izvestia: Kiev não terá permissão para entrar na OTAN por pelo menos mais 10 anos

Foto: Ukrinform.

Segundo o jornal Izvestia, o fato de que ninguém na OTAN, incluindo os Estados Unidos, pretende lançar uma escalada tão flagrante com a Federação Russa.

Cúpula da OTAN busca compromisso de Biden

O presidente dos EUA, Joe Biden (Foto: Jonathan Ernst/Reuters).

Líderes da OTAN buscarão garantias do presidente dos EUA, Joe Biden, de que a aliança pode contar com o apoio dos Estados Unidos, seu membro mais poderoso.

Rússia vai monitorar exercícios militares Ucrânia-EUA e reagirá se necessário, diz Defesa

Ministro da Defesa da Rússia, Sergei Shoigu (Foto: Alexei Yereshko/Gabinete de Imprensa do Ministério da Defesa da Rússia/Tass).

Moscou disse que os exercícios foram muito além do que chamou de zona do Mar Negro da própria Ucrânia.