Caxias e a pacificação do Rio Grande, São Paulo e Minas Gerais

Com a inauguração do Segundo Reinado, várias forças procuravam se equilibrar. O jovem D. Pedro II assumia como imperador, porém o país se encontrava em ebulição política e ideológica, embalada por lutas sangrentas em várias regiões do Brasil. Coube a Luís Alves de Lima e Silva, o futuro Duque de Caxias, a nobre e difícil tarefa de pacificar o país.

Independência ou Morte!

Há cento e noventa e oito anos Dom Pedro, encorajado por Dona Leopoldina e por José Bonifácio, entre outros patriotas, contou com o apoio do povo brasileiro para declarar a independência. Hoje, alvo de ataques de vários tipos, o Brasil novamente precisa dos bons brasileiros. É hora de, mais uma vez, declarar independência.