As tensões entre as maiores potências militares do planeta

Imagem: Space News.

Uma série de acontecimentos envolvendo os EUA, a Rússia e a China demonstram que as relações entre as principais potências militares do planeta vivem um momento de tensionamento bem acima da normalidade.

Militares dos EUA querem se adiantar a operações russas “mais complexas”

Um F-22 da Força Aérea dos EUA baseado no Alasca intercepta um bombardeiro russo Tu-95 em 9 de junho de 2020 (Foto: NORAD).

Rússia, EUA e OTAN estão intensificando suas atividades militares no Ártico.

China proíbe veículos Tesla perto de complexos militares por questões de segurança

Um homem caminha entre os sedãs Tesla Model 3 e o veículo utilitário esportivo Tesla Model X em um showroom da Tesla em Xangai, China, 8 de maio de 2020 (Foto: Yilei Sun/Reuters).

Restrições militares chinesas à Tesla surgiram durante a conturbada reunião entre funcionários chineses e americanos no Alasca.

Radar Semanal 19/03/2021

Esta semana no Radar: A junta militar de Mianmar mira George Soros; Marinha italiana cogita transformar o porta-aviões Giuseppe Garibaldi em base de lançamento de foguetes; Lloyd Austin, Secretário de Defesa dos EUA, visita a Índia; Uma análise das ambições globais do Reino Unido; e a Coréia do Norte deve realizar novo teste de míssil balístico.

Radar Semanal 08/01/2021

No primeiro Radar Semanal de 2021, algumas repercussões da invasão do Capitólio, um acordo de defesa entre Israel e a Grécia, a tumultuada – e perigosa – relação entre a India e o Paquistão, um possível voo de espionagem americano próximo à Coreia do Norte e a intenção da US Navy de patrulhar o Ártico, região de atuação da poderosa Frota do Norte da Marinha da Rússia.