Irã vai adquirir satélite russo de reconhecimento de alta resolução

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Um foguete Soyuz-FG é lançado com três tripulantes para a Estação Espacial Internacional (Foto: NASA).

Foguete Soyuz FG é lançado com três tripulantes para a Estação Espacial Internacional (Foto: NASA).

A Rússia tem planos de fornecer ao Irã um sistema de satélite de nível civil que melhoraria significativamente a capacidade dos militares iranianos de vigiar alvos potenciais em todo o mundo.

O satélite Kanopus-V incluirá uma câmera com resolução de 1,2 metros, o que permitirá ao Irã monitorar de perto as bases militares e a infraestrutura de petróleo no Golfo Pérsico, Iraque e Israel, em um momento em que representantes iranianos continuam a mirar ou ameaçar tais sites. A resolução é muito melhor do que a atual do Irã, mas inferior à dos satélites americanos.

A transferência proposta foi relatada pelo The Washington Post, citando um atual funcionário dos EUA e um ex-funcionário dos EUA, bem como um funcionário do governo do Oriente Médio informado sobre o assunto.

O novo satélite do Irã pode ser lançado por um foguete Soyuz FG da Rússia, possivelmente dentro de alguns meses, de acordo com o Post. No ano passado, o Irã colocou um satélite militar em órbita com sucesso pela primeira vez.


O satélite Kanopus-V (Imagem: VNIIEM).

Autoridades americanas disseram que o satélite lançado no ano passado levantou preocupações sobre as capacidades dos mísseis balísticos do Irã, mas o comandante da Força Espacial dos EUA, general John Raymond, o descartou em um tuíte como “uma webcam caindo no espaço, improvável de fornecer informações”.

A Rússia e o Irã expressaram interesse em parceria em programas espaciais por anos. O fato de que o término do embargo de armas da ONU ao Irã no ano passado poderia aproximar os dois em laços de defesa também levantou alguma preocupação entre as autoridades americanas, embora o Kanopus-V provavelmente não violasse o embargo.

Ainda não está claro quais empresas russas ajudarão o Irã a lançar, operar e manter o satélite. Oficiais do Corpo da Guarda Revolucionária Islâmica fizeram várias viagens à Rússia desde 2018 por causa do acordo, informou o Post.

Especialistas russos também viajaram ao Irã nos últimos meses, provavelmente para ajudar o pessoal iraniano que iria operar o satélite em uma nova instalação perto da cidade de Karaj, no sul do Irã, disse o jornal.


LIVRO RECOMENDADO:

Crônicas espaciais: Rumo à última fronteira

  • Neil deGrasse Tyson (Autor)
  • Em português
  • Kindle ou Capa comum

O relatório foi divulgado no momento em que os Estados Unidos estão envolvidos em negociações indiretas com o Irã sobre um retorno mútuo ao acordo de 2015 que impôs limites estritos ao programa nuclear de Teerã. O presidente Joe Biden também deve se reunir com o presidente russo, Vladimir Putin, em Genebra, na próxima quarta-feira.

Oficiais israelenses alertaram contra um retorno ao acordo nuclear com o Irã, dizendo que isso poderia encorajar o país, que forneceu tecnologia de armas para milícias no Iraque, Síria e Iêmen. Essas milícias lançaram centenas de ataques contra a Arábia Saudita como parte da guerra civil do Iêmen e contra as forças da coalizão ocidental estacionadas no Iraque.

O Kanopus-V pode fornecer ao Irã imagens detalhadas de sites que alguns oficiais temem que possam ser repassados ​​aos combatentes por procuração.

O governo Biden está liderando um esforço diplomático para acabar com a guerra civil do Iêmen e está em negociações intermitentes com Bagdá sobre a remoção de pelo menos algumas das últimas tropas americanas restantes do país iraquiano, de acordo com o governo do Iraque.

Fonte: Al-Monitor.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curso sobre a RússiaCurso de InteligênciaCurso sobre a ChinaPublicidade
Fórum Brasileiro de Ciências PoliciaisLoja Café com Defesa

Veja também