Ex-comando, Naftali Bennett torna-se primeiro-ministro de Israel

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Naftali Bennett, o novo primeiro-ministro de Israel (Foto: Amir Levy/Getty Images).

Naftali Bennett, o novo primeiro-ministro de Israel (Foto: Amir Levy/Getty Images).

A coalizão israelense liderada por Naftali Bennett ganhou em votação apertada, 60-59, no Knesset para e se tornou o novo governo de Israel. Bennett, 49, ficou conhecido na última década como um político de direita que apóia a construção de assentamentos nos territórios palestinos ocupados e rejeita o conceito de um Estado palestino.

Bennett entrou na política em 2005 como deputado do Likud liderado por Benjamin Netanyahu e, desde então, ocupou muitos cargos, incluindo cargos importantes nos ministérios de defesa, economia e educação. Ele argumenta que Israel deveria anexar partes das regiões palestinas ocupadas na Cisjordânia.

Em 2012, ele foi eleito líder do partido do Lar Judaico, depois passou a formar o partido de direita Yamina em 2020 e fez parte da coalizão liderada por Netanyahu. Seu partido conquistou sete cadeiras nas eleições gerais de março.

Sob um acordo de coalizão entre o partido Yamina de Naftali e sete outros partidos israelenses, Bennett, representado por sete legisladores no parlamento, assumirá o cargo de premier pelos primeiros dois anos, com Yair Lapid, do partido centrista Yesh Atid, para sucedê-lo no dois anos seguintes.


LIVRO RECOMENDADO

A porta dos leões: Nas linhas de frente da Guerra dos Seis Dias

  • Steven Pressfield (Autor)
  • Em português
  • Kindle ou Capa comum

Em 2013, ele gerou polêmica por dizer que “terroristas palestinos” deveriam ser mortos em vez de libertados. Ele também afirmou que a Cisjordânia não estava sob ocupação e que não existia um estado palestino.

Os pais de Bennett nasceram nos Estados Unidos, mas ele cresceu em Haifa, no norte de Israel, e fez parte da Sayeret Matkal, unidade de reconhecimento de elite do exército israelense.

Depois que Israel e o grupo de resistência palestino Hamas forjaram um cessar-fogo no mês passado, Bennett e Lapid concordaram em formar uma coalizão.

Ex-comando israelense, Bennett se tornou milionário graças a uma empresa de tecnologia que ele construiu do zero e sempre atraiu os eleitores de extrema direita em Israel durante sua carreira política.

Fonte: Anadolu.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curso sobre a RússiaCurso de InteligênciaCurso sobre a ChinaPublicidade
Fórum Brasileiro de Ciências PoliciaisLoja Café com Defesa

Veja também