Bombardeiro estratégico de próxima geração da Rússia terá um conjunto de recursos avançados de defesa

Compartilhe:
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest
Share on linkedin

Bombardeiro estratégico da Força Aérea da Rússia Tu-160 “Cisne Branco” (Foto: Ministério da Defesa da Rússia).

O bombardeiro estratégico de próxima geração (PAK DA) da Rússia, que a Tupolev Aircraft Company está desenvolvendo, receberá um conjunto de ajuda defensiva mais avançado que o protegerá contra todos os tipos de armas, disse uma fonte da indústria de defesa doméstica à agência Tass na quarta-feira.

No processo de trabalho no bombardeiro, está sendo dada ênfase à proteção da aeronave contra as defesas aéreas e de mísseis antibalísticos do inimigo com tecnologia de guerra eletrônica, disse a fonte.

“Um conjunto de medidas defensivas a bordo completamente novo está sendo desenvolvido para o PAK DA para protege-lo de todos os tipos de armas, radar e sistemas ópticos”, disse a fonte.

O novo bombardeiro carregará apenas armas internas, incluindo mísseis de longo alcance, disse ele.


LIVRO RECOMENDADO

Stalingrado: 1942, o início do fim da Alemanha nazista

  • Alexander Werth (Autor)
  • Em português
  • Kindle ou Capa comum

“Isso permitirá que a aeronave fique longe da zona de defesa aérea inimiga, ataque alvos designados de áreas do oceano mundial ou do território de outro estado”, disse a fonte, acrescentando que um protótipo PAK DA está sendo feito. A Tass ainda não confirmou esta informação.

Desenvolvimento de novo bombardeiro estratégico

Em dezembro de 2019, o vice-ministro da Defesa Alexei Krivoruchko disse ao jornal Krasnaya Zvezda que o projeto de conceito do bombardeiro PAK DA foi aprovado e a Tupolev Aircraft Company começou a trabalhar na documentação do projeto. Em maio de 2020, fontes da Tass disseram que a fabricação do primeiro protótipo do novo bombardeiro estratégico havia começado.

O Complexo de Aviação Prospectiva de Aviação de Longo Alcance (PAK DA) tem seu projeto baseado no esquema de “asa voadora”. O bombardeiro de próxima geração contará com tecnologias e materiais que reduzem sua assinatura de radar. A aeronave será capaz de transportar mísseis de cruzeiro estratégicos existentes e futuros, bombas de precisão e armas hipersônicas e será equipada com os mais recentes sistemas de comunicação e guerra eletrônica. O bombardeiro voará em velocidades subsônicas.

Fonte: Tass.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

V-UnitCanal do Velho GeneralHackerSecPublicidade
Fórum Brasileiro de Ciências PoliciaisPrograma Café com Defesa

Veja também