O Duque de Edimburgo morre aos 99 anos; tinha o respeito das forças armadas britânicas

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
O Príncipe Philip, Duque of Edimburgo (Foto: AFP).

O Príncipe Philip, Duque of Edimburgo (Foto: AFP).

O príncipe Philip, marido da rainha Elizabeth, morreu nesta sexta-feira no Castelo de Windsor. Ele tinha 99 anos. O duque de Edimburgo, como era oficialmente conhecido, esteve ao lado de sua esposa durante 69 anos de seu reinado, o mais longo da história britânica.

O palácio anunciou em um comunicado oficial que “É com profunda tristeza que Sua Majestade a Rainha anuncia a morte de seu amado marido, Sua Alteza Real, o Príncipe Philip, Duque de Edimburgo”.

“Sua Alteza Real faleceu pacificamente esta manhã no Castelo de Windsor. Novos anúncios serão feitos oportunamente. A Família Real junta-se a pessoas de todo o mundo no luto pela sua perda.”

Bandeiras no Palácio de Buckingham e em prédios do governo em toda a Grã-Bretanha estão a meio mastro e, uma hora após o anúncio, o público começou a colocar flores do lado de fora do Castelo de Windsor e do Palácio de Buckingham. O site da família real foi fechado, substituído por uma foto de Philip e o anúncio de sua morte.

Philip serviu na Marinha Real durante a Segunda Guerra Mundial e, depois de uma carreira militar ativa, encerrada em 1951, ele manteve estreito contato com as Forças Armadas britânicas. A seguir, uma breve cronologia de seu histórico.

• 10 de junho de 1921: Nasce como príncipe Philippos da Grécia e da Dinamarca, filho do príncipe Andrew da Grécia e da princesa Alice de Battenberg. Ele era o caçula de cinco filhos.

• Dezembro de 1922: Com a abdicação do Rei Constantino I da Grécia, o Philip, com 18 meses, foi evacuado da Grécia em um navio da Marinha Real britânica. Em 1928, aos oito anos de idade, ele viaja para a Inglaterra para morar com a avó e o tio.

• 1930: Philip é enviado à Cheam Preparatory School, no Reino Unido.

• Maio de 1939: Inicia a carreira naval no Britannia Royal Naval College em Dartmouth, onde ganhou dois prêmios de melhor cadete.

• 1940: É enviado ao encouraçado HMS Ramillies como aspirante e passa seis meses no Oceano Índico.

• Janeiro de 1941: Serve no HMS Valiant em Alexandria e dois meses depois é mencionado por suas ações durante a Batalha do Cabo Matapan. Mais tarde receberia a Cruz de Guerra Grega de Valor.

• 1942: Torna-se um dos mais jovens oficiais da Marinha Real a ser nomeado primeiro-tenente e segundo em comando de um navio, o HMS Wallace.

• 1943: O HMS Wallace é despachado ao Mediterrâneo e dá cobertura para a cabeça de praia canadense nos desembarques na Sicília.


Philip durante a guerra com barba cheia. A então princesa Elizabeth manteve esta foto em sua penteadeira durante a guerra (Foto: PA).

• Fevereiro de 1944: Philip é nomeado segundo em comando do destroier HMS Whelp, navegando para o Oceano Índico para se juntar à Frota Britânica do Pacífico.

• 1946: Philip volta ao Reino Unido, passando algum tempo em escolas de treinamento naval. Pede ao Rei George VI a mão da princesa Elizabeth em casamento.

• 29 de fevereiro de 1947: Renuncia aos seus direitos ao trono grego e torna-se súdito britânico.

• 20 de novembro de 1947: Casa-se com a princesa Elizabeth na Abadia de Westminster. É feito duque de Edimburgo, conde de Merioneth e barão de Greenwich. Depois disso, procura encontrar um papel na sociedade britânica; como consorte real, suas atividades não podiam ter conotações políticas.

• Outubro de 1948: Frequenta o Royal Naval Staff College em Greenwich.

• 1949: É nomeado segundo em comando do HMS Checkers, operando de Malta com a frota do Mediterrâneo.

• 1950: Promovido a tenente-comandante e posteriormente nomeado comandante da fragata HMS Magpie em Malta.

• 1951: O duque e a princesa Elizabeth retornam de Malta para a Inglaterra. Philip deixa a Marinha devido à deterioração da saúde do rei George VI e Elizabeth assume mais responsabilidades reais.

• 1952: É nomeado almirante do Corpo de Cadetes do Mar, coronel-em-chefe da Força de Cadetes do Exército e comandante-em-chefe do Corpo de Treinamento Aéreo.

• Junho de 1952: É promovido a Comandante da Marinha Real.

• 1953: É promovido a almirante da frota, nomeado marechal-de-campo do Exército Britânico e marechal da Força Aérea Real.

• 2 de junho de 1953: Elizabeth é coroada Rainha na Abadia de Westminster.

• 1956: Lança o Duke of Edinburgh’s Award, um programa de premiação para jovens com o objetivo de inspirar adolescentes a se desafiarem física e mentalmente e aumentar sua confiança por meio de atividades não acadêmicas.

• Maio de 1961: Torna-se o primeiro membro da Família Real a ser entrevistado na televisão.


O duque na cabine de um helicóptero Apache em outubro de 2014 (Foto: Coroa Britânica).

• Junho de 2011: Comemora seu 90º aniversário e a Rainha dá a ele o título de Lorde Grande Almirante, chefe titular da Marinha Real.

• Março de 2016: Inaugura oficialmente a nova casa dos Engenheiros Mecânicos e Elétricos Reais em Lyneham, juntando em um único local 1.600 soldados oriundos de Aborfield e Bordon.

• 4 de maio de 2017: O Palácio de Buckingham anuncia que Philip deixará suas funções públicas.

• 2 de agosto de 2017 – Príncipe Philip conduz seu último evento solo, com os Royal Marines.

• 19 de dezembro de 2017: O Príncipe Harry é formalmente nomeado capitão-general dos Royal Marines, sucedendo o avô, o Duque de Edimburgo.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

3 comentários

  1. No canal Sala de Guerra uma justa e emocionante homenagem ao snyper brasileiro Sargento Assombroso, uma história de competência, dedicação, disciplina, e habilidades. Não deixem de ver!!!!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curso sobre a RússiaCurso de InteligênciaCurso sobre a ChinaPublicidade
Fórum Brasileiro de Ciências PoliciaisLoja Café com Defesa

Veja também