Rússia e China não tem objetivo de criar união militar

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Capa-Lavrov

Sergey Lavrov (Foto: Agência Tass).

As relações entre a Rússia e a China estão em um alto nível de confiança mútua, mas os dois países não têm planos de criar uma união militar, disse o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, em entrevista coletiva após conversas com seu homólogo indiano Subrahmanyam Jaishankar na terça-feira.

“As relações russo-chinesas atingiram o melhor nível da história, mas essas relações não buscam o objetivo de criar uma aliança militar”, disse ele. Lavrov chamou a atenção para as especulações atuais “sobre sindicatos militares não apenas em conexão com as relações russo-chinesas”.

“Tem havido especulações sobre o avanço de projetos para a criação de um equivalente da OTAN no Oriente Médio. Ultimamente, alguns começaram a discutir uma ‘OTAN asiática'”, explicou ele.

“Trocamos opiniões a esse respeito. Compartilhamos uma posição comum com nossos amigos indianos de que isso seria contraproducente. Gostaríamos que a cooperação fosse inclusiva e a favor de algo, e não contra alguém”, disse ele.

Fonte: Tass.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também