Rússia e China não tem objetivo de criar união militar

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Ministro das Relações Exteriores da Rússia,Sergey Lavrov, (Foto: Ministério das Relações Exteriores da Rússia/Tass).

Sergey Lavrov (Foto: Agência Tass).

As relações entre a Rússia e a China estão em um alto nível de confiança mútua, mas os dois países não têm planos de criar uma união militar, disse o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergey Lavrov, em entrevista coletiva após conversas com seu homólogo indiano Subrahmanyam Jaishankar na terça-feira.

“As relações russo-chinesas atingiram o melhor nível da história, mas essas relações não buscam o objetivo de criar uma aliança militar”, disse ele. Lavrov chamou a atenção para as especulações atuais “sobre sindicatos militares não apenas em conexão com as relações russo-chinesas”.

“Tem havido especulações sobre o avanço de projetos para a criação de um equivalente da OTAN no Oriente Médio. Ultimamente, alguns começaram a discutir uma ‘OTAN asiática'”, explicou ele.

“Trocamos opiniões a esse respeito. Compartilhamos uma posição comum com nossos amigos indianos de que isso seria contraproducente. Gostaríamos que a cooperação fosse inclusiva e a favor de algo, e não contra alguém”, disse ele.

Fonte: Tass.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curso sobre a ChinaCurso de InteligênciaCurso sobre a RússiaPublicidade
Fórum Brasileiro de Ciências PoliciaisLoja Café com Defesa

Veja também