Fabricante chinês mostra planos para novo caça Stealth e aeronaves de última geração

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Caça a jato chinês Shenyang FC-31 (Foto: Danny Yu/CC BY-SA 4.0).

Caça a jato chinês Shenyang FC-31 (Foto: Danny Yu/CC BY-SA 4.0).

Uma importante empresa chinesa fabricante de aviões de combate anunciou recentemente planos de fazer avanços tecnológicos para garantir o desenvolvimento bem-sucedido de um novo jato de combate stealth de quarta geração e realizar testes de produção e pesquisa em sua aeronave de próxima geração em 2021.

Espera-se que a China desenvolva um jato de combate stealth pronto para operar em porta-aviões, já que os EUA estão competindo com a China no desenvolvimento de aviões de guerra de próxima geração.

Apelidado de berço dos caças chineses, a Shenyang Aircraft Co. Ltd., da estatal Aviation Industry Corporation of China (AVIC), divulgou um comunicado na semana passada em sua conta pública do WeChat e revelou seus planos de trabalho para 2021.

A empresa pretende fazer avanços em seu programa de caças a jato de quarta geração, impulsionando tecnologias relacionadas, incluindo manufatura aditiva, controle sobre defeitos eletromagnéticos de superfície e aplicação automatizada de fibra, para que a aeronave possa ser desenvolvida com sucesso, disse o comunicado.

Um jato de combate de quarta geração, no contexto chinês, é um jato de combate stealth comparável aos J-20, F-22 e Su-57.

Embora a declaração não especifique o nome da aeronave, ela anexa fotos do FC-31, o único caça a jato de quarta geração fabricado pela empresa com sede em Shenyang.

Wang Ya’nan, editor-chefe da revista Aerospace Knowledge de Pequim, disse ao Global Times na segunda-feira que faz sentido especular que a declaração se refere a uma versão melhorada do FC-31, já que as versões atuais são apenas protótipos.

A Marinha chinesa precisará de um caça a jato mais avançado em seus porta-aviões no futuro, e o FC-31, quando customizado para esse fim, seria uma boa escolha, previu Wang.

A empresa anunciou que também está explorando aeronaves de última geração, incluindo pesquisas em tecnologias como adaptação térmica e integração de estrutura e função.

Um sistema tecnológico para a aeronave de próxima geração será formado gradualmente à medida que a empresa conduza testes de produção e pesquisa, disse o comunicado.

O chefe do Comando de Combate Aéreo dos Estados Unidos, general Mark Kelly, disse no mês passado que os Estados Unidos estão desenvolvendo um caça a jato de próxima geração, mas seu progresso pode acompanhar o da China, informou a mídia americana Defense News em 26 de fevereiro.

Especialistas disseram que os EUA estão provocando uma corrida armamentista por causa de novos aviões de guerra, mas o conceito de caça a jato de próxima geração ainda não foi determinado em todo o mundo.

A próxima geração do caça a jato chinês deve chegar a 2035, informou a mídia no início de 2020, citando Wang Haifeng, arquiteto-chefe do Instituto de Pesquisa e Design de Aeronaves AVIC Chengdu.

Fonte: Sputnik International.

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também