Defesa residencial, o que importa?

Compartilhe:
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Foto: Brett Hondow/Pixabay.

Foto: Brett Hondow/Pixabay.

O desejo de proteger sua vida e a de seus entes queridos é muito louvável, mas é importante ter em mente que possuir uma arma é apenas um passo. Investir em treinamento de qualidade é fundamental, assim como planejar a defesa de sua residência e seu entorno com antecedência pode ser crucial em caso de necessidade. Sua mentalidade, atitude e habilidades farão toda a diferença num momento decisivo.


Nos dias de hoje, muito se tem dito sobre defesa residencial, qual é o calibre ideal, qual é a melhor arma para se possuir. Vejo inúmeros vídeos, diversas pessoas constantemente tentando vender essas ideias.

O que me preocupa é a ilusão de que você, adquirindo a melhor arma, estará pronto para se defender de qualquer ameaça.

O ímpeto de se proteger e cuidar dos seus, do seu lar, é admirável. É louvável essa atitude de se responsabilizar pelo que você tem de mais valioso na vida, seja você homem, seja mulher. O lar é o seu solo sagrado! A família é o maior bem de toda a pessoa que possui amor e laços sinceros.

Uma vez introduzido o nosso tema, quero compartilhar com vocês algumas vivências que tive nas escoltas em que trabalhei, de presos envolvidos em casos de invasão de domicílio, assaltos e furtos.

Meu trabalho me permite acompanhar todos os depoimentos e alegações das audiências em que estou presente. Vejo os relatos das vítimas, dos policiais e dos acusados. Existem algumas modalidades desse tipo de crime, assim como existem diversos tipos de criminosos.


LIVRO RECOMENDADO

Mentiram para mim sobre o desarmamento

  • Bene Barbosa e Flavio Quintela (Autores)
  • Em Português
  • Kindle ou Capa comum

Alguns destes fatos não passam de simples invasões de viciados que têm mais medo de você do que você deles. Mas o que me preocupa são os que cometem tal delito de forma planejada; invadem sua casa em quatro ou cinco elementos armados, estudam sua rotina e agem de forma extremamente brutal deixando marcas severas.

É sobre esse tipo de situação que venho discorrer para não deixar a ilusão “taticool” lhe abraçar.

A escolha de ter uma arma de fogo em sua residência é um grande passo para combater as futuras ameaças. Contudo, possuir armas envolve responsabilidade, treinamento e custos.

Saiba que seu revólver ou pistola são apenas ferramentas e que você é a parte mais importante da equação: sua mentalidade, seu estado de espírito, suas atitudes e habilidades podem fazer toda a diferença na hora de enfrentar um perigo real.

Ter a posse ou o porte de uma arma de fogo envolve mais coisas do que acertar um alvo de papel no estande de tiro. Você terá que aprender posições diferentes para atirar, noções de CQB (do inglês Close Quarters Combat, ou Combate em Ambientes Confinados), conhecimentos básicos de primeiros socorros, aprender a como reter seu armamento em uma briga, usar uma lanterna e por aí vai.

Invista em cursos de qualidade, fuja das soluções fáceis!

Outro ponto importante é como você vê a sua casa! Um castelo é preparado para enfrentar invasões e proteger seus bens. Um palácio é feito para mostrar riquezas, ou seja, ostentar sem se preocupar com ameaças. Tenha em mente que você pode ser um contra vários em uma possível invasão, e usar seu imóvel como aliado faz toda a diferença.



Seja discreto, não mostre o que não deve ser visto, não desperte a cobiça alheia, procure conhecer bem quem vai à sua casa ou presta serviços para você. Use sua construção como um aliado.

O conhecimento do seu território pode ser sua única vantagem.

Invista em câmeras, elas podem te ajudar; hoje você pode acessá-las da sua cama via celular. Instale um bom sistema de alarme com sensores de presença e luzes que acendam pela presença. Um bom cão de guarda ajuda muito: um cachorro treinado nunca poderá ser usado contra você, mas não se esqueça de que o animal requer tempo, treinamento e dedicação.

Divide suas angústias com a sua família, criem planos, estabeleçam protocolos de conduta: quem chama a polícia, quem corre para qual cômodo. O fato de conferir se uma porta ou um portão estão trancados a chave pode ser crucial.

Observe sempre quem transita pelo entorno da sua casa, fique atento a veículos estranhos na sua rua… estar um passo à frente pode ser o diferencial entre o sucesso e o fracasso.

Evitar conflitos ou situações perigosas é a melhor defesa. Treine para o pior, deixe seu castelo seguro! Assumir a responsabilidade de cuidar de si e de sua família não é para todos!

Compartilhe:

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no linkedin
LinkedIn

14 comentários

  1. Bom artigo, a segurança residencial vai bem além do que o simples fato de possuir uma arma como exposto.

    1. De fato Julio, segurança requer preparação e planejamento. Grato por comentar, forte abraço!

  2. Parabéns pela matéria muito bem explicativa e serve de referência para defesa no geral muito bom .

  3. Excelente matéria, parabéns a página e ao autor. Hoje vejo uma modinha de se comprar uma arma cara e sofisticada para colocar no cofre, como se fosse um amuleto da sorte.

  4. Por que os grandes países tem armas nucleares?????? Na devida proporção é a mesma coisa. Você não me ataca que eu não te ataco. Outra coisa que não estão dando a devida atenção porque não interessa ao esquema, que mata é quem está segurando a arma e na totalidade quem mata não tem a mínima condição de segurar uma. E por fim, qualquer coisa pode ser uma arma.

  5. Olá Carlos, concordo com vários itens citados. Mais lhe digo que um bom cão de guarda é sempre uma ótima escolha para uma residência, porque. Iniciando pelo primeiro e talvez o mais importante item de ter um cão,ele é um animal, muito superior ao homem em vários quisitos. É um ser desenvolvido a milhares de anos a um propósito,servir e proteger o homem,e seu lar, só este item já lhe qualifica,faro,presas,unhas,rapidez, tenacidade, ferocidade e integridade. Bem não irei me alongar pois é um assunto muito vasto. Experiência própria,eu tive um cão que colocou uma equipe de construtores encima de um contêiner de refém,eles só conseguiram sair quando eu cheguei para prender o cão. Abraço força e fé ??

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curso sobre a ChinaCurso de InteligênciaCurso sobre a Rússia

Veja também