Explosão em Beirute

B-Top-720x75px-ADG.jpg

Albert-VF1 Por Albert Caballé Marimón*

Assine o Velho General e acesse conteúdo exclusivo, conheça as opções.


Capa
Captura de tela de um vídeo mostrando a explosão em Beirute, Líbano (Captura de tela/Twitter).

Uma enorme explosão atingiu a capital libanesa de Beirute nesta terça-feira, com muitos mortos na explosão e na onda de choque resultante. A causa da explosão, que se originou na área do porto da cidade, ainda não foi esclarecida.


Uma gigantesca explosão ocorreu na área portuária de Beirute, capital do Líbano, nesta terça-feira. As causas da explosão ainda estão no campo das especulações; relatos vão desde um incêndio em um depósito com fogos de artifício que desencadeou a explosão num armazém de nitrato de sódio próximo, até um incêndio num depósito de fertilizantes. Outros ainda indicam que poderia ser um depósito de foguetes do Hezbollah.

No entanto, o major-general Abbas Ibrahim, chefe da Direção Geral de Segurança Geral do Líbano, disse em entrevista na televisão libanesa que o contêiner onde ocorreu o incêndio e a explosão inicial continha “materiais altamente explosivos” que haviam sido confiscados meses atrás e que seria “ingênuo descrever tal explosão como resultado de fogos de artifício”.

Vídeo mostra o momento da explosão. Há diversos vídeos circulando nas redes sociais, mostrando a explosão a partir de vários ângulos.


Vídeos e fotos divulgados nas redes sociais mostram uma explosão inicial, com uma grande quantidade de fumaça, seguida por uma explosão muito maior, resultando em uma enorme bola de fogo e ondas de choque. As imagens mostram danos significativos. Há também relatos de falta de energia resultante das explosões. A explosão teria sido percebida na ilha de Chipre, no Mediterrâneo, a cerca de 200 quilômetros a noroeste de Beirute, tal a sua magnitude.

Há relatos de várias dezenas de mortos e milhares de feridos; militares libaneses estão trabalhando no resgate. Diversos países já ofereceram assistência. O Líbano atravessa uma severa crise política e econômica, exacerbada pela pandemia do COVID-19.

Fragata Independência

A Marinha do Brasil informou que no momento da explosão a Fragata Independência, atuando na UNIFIL, encontrava-se patrulhando a “Área de Operações Marítimas” da missão, a uma distância de aproximadamente 15 km do porto de Beirute. A fragata não foi atingida e sua tripulação não sofreu quaisquer danos, assim como o contingente brasileiro baseado em Naqoura, cidade a cerca de 100 km ao sul de Beirute.

Publicaremos uma análise mais detalhada assim que houverem informações mais conclusivas.


ASSISTA AO VÍDEO 1344 DO CANAL ARTE DA GUERRA: GIGANTESCA EXPLOSÃO NO LÍBANO INTRIGA O ORIENTE MÉDIO


*Albert Caballé Marimón possui formação superior em marketing. Depois de atuar vários anos em empresas nacionais e multinacionais, tornou-se fotógrafo profissional e editor do blog Velho General. Já atuou na cobertura de eventos como a Feira LAAD, o Exercício CRUZEX e a Operação Acolhida e proferiu palestras na Academia da Força Aérea. É colaborador da revista Tecnologia & Defesa e do Canal Arte da Guerra. Pode ser contatado através do e-mail caballe@gmail.com.


Banner-loja-02.jpg

5 comentários sobre “Explosão em Beirute

  1. Parabéns pelo esforço em repassar aos leitores e seguidores informes sobre o evento. Não é fácil colher dados e análises na fase inicial de eventos de tal magnitude.
    O esforço e vontade superam eventuais carências iniciais.
    Avante! Sucesso.

    Curtido por 2 pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s